Browsed by
Mês: abril 2013

Aproximai-vos do Senhor

Aproximai-vos do Senhor

aproximar“Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-O enquanto está perto”. Is. 55.6

O profeta Isaías alerta o povo a respeito da necessidade de se buscar o Senhor enquanto se pode achá-lO, porque chega o momento que mesmo que a pessoa queira, ela não encontra lugar para o arrependimento, ou seja, encontrar-se com o Senhor. Muitas pessoas já passaram por essa experiência, e não foi nada agradável. Todas as pessoas deveriam dar ouvidos ao alerta do profeta.

O Senhor quer que o busquemos em Espírito e em Verdade, assim Ele pode realizar uma grande obra em nossas vidas. Quem busca o Senhor, encontra-O “Serei achado de vós – diz o Senhor, e farei mudar a vossa sorte…”Jr. 29.14, e tem sua vida mudada totalmente, para melhor sem sombra de dúvida. Toda pessoa que busca o Senhor, encontra-O, assim ela caminha firme com Ele. Nunca é abalada, não tem medo do que possa acontecer no porvir, e sempre está segura na mão de Deus. A segurança é tal, que muitas vezes parece sonho misturado a realidade que a cerca.

O Senhor nos diz que a palavra que sair de Sua boca, não voltará para Ele vazia, antes fará  o que Lhe apraz. – Is.55.11. Toda palavra de Deus que uma pessoa ouve terá um resultado final. Se a pessoa a aceita de bom grado, recebe as bênçãos sem medida, prometidas por Ele em Sua palavra; mas se a pessoa retruca, não aceita, zomba, menospreza, o resultado vem a altura do que foi feito de Sua palavra. O SENHOR é exageradamente bom nas bênçãos aos que O amam; mas é exageradamente rigoroso para os que não O amam.

“Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração”. Jr.29.13

Mosca morta

Mosca morta

mosca morta“Assim como a mosca morta faz exalar mau cheiro e inutilizar o unguento do perfumador, assim é para o famoso em sabedoria e em honra uma pouca de estultícia”. Ecl. 10.1.

A análise do texto nos leva a pensar que uma mosca morta, não faz diferença onde quer que seja, mas se ela cair em algum alimento, aí ela faz a diferença, ou como diz o texto que uma mosca morta pode inutilizar, com o seu mau cheiro, um recipiente de unguento ou bom perfume  que o perfumador prepara para obter seu produto. Tal é o zelo do perfumador  para que seu produto saia da melhor forma e mais agradável possível, para que tenha boa aceitação dos compradores.

Na  análise do mesmo texto voltada para o lado espiritual, podemos destacar o grande estrago que uma “mosca morta – pequeninos pecados ”  faz na vida de uma pessoa.  Quando a vida espiritual é limpa, harmoniosa, feliz, repleta de bênçãos de DEUS, e a pessoa permite que uma pequenina fagulha (mosca morta) entre em sua vida, tudo começa a se deteriorar. Porque por pequenina que seja a fagulha, ela cresce e se multiplica, e com o tempo ela ocupa todo o espaço.

A fagulha (mosca morta) é o pecado na vida de uma pessoa.  Começa pequenino, vai crescendo, crescendo até se tornar um problema na vida da pessoa. Assim, um número indizível de pessoas que se deixam levar,  mais tarde, tristemente, confessam que deveriam ter evitado esse estrago em suas vidas. Nunca permita que uma simples “mosca morta”,ou seja, um simples pecado aloje em sua vida e estrague o seu bem-estar, sua alegria, sua tranquilidade, sua paz, sua fidelidade, seu amor e seu futuro.

 Jesus nos alerta para que não pequemos, mas se isso acontecer  temos um Advogado junto ao Pai (1 João 2.1). Não permitamos que uma mosca morta caia  em nosso bom perfume (nossa vida espiritual). Estejamos sempre em paz com Deus, zelando pelo bom desempenho do amor, paz, harmonia, fidelidade…

Lança teu pão sobre as águas

Lança teu pão sobre as águas

pao do ceu“Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás ” Ecl. 11.1

Pão – esse alimento básico era o mais apropriado quadro em palavras do próprio Cristo, o Pão da Vida (João 6.33,35). “Porque o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo”. Jesus disse: “Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome; e quem crê em mim nunca terá sede”. Pão (físico) alimento feito de massa de farinha de trigo ou outros cereais,  água e fermento.

O pão tão consumido por todas as pessoas é também o símbolo do alimento espiritual – Jesus, Pão da Vida, que deve ser consumido na mesma proporção ou mais  que o pão natural. Se nos alimentarmos desse pão maravilhoso, sentiremos necessidade de dividi-lo com as outras pessoas,  para que estas também obtenham a tão rica promessa do Senhor. “Eu sou o pão da vida…”.

Água é vida. Apoc. 22.17 “… tome de graça da água da vida”. JOÃO 7.38 “Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios d’água viva correrão do seu ventre”. Podemos concluir que a água viva é o alimento principal para a própria vida.

Todo ser humano necessita desta água para ter uma vida completa e saudável física e espiritualmente. Quando uma pessoa aceita o sacrifício de Cristo como único meio para a sua salvação, ela passa a ser outra pessoa, isto é, renascida para o Senhor: cheia de amor, tranquilidade, paz, honestidade, bondade, preocupação com as outras pessoas, para que estas também recebam de graça essa benção maravilhosa (água viva).

Alimentando-nos do Senhor (pão da vida), crescemos no conhecimento, recebemos ricas e preciosas bênçãos, e temos certeza da salvação de nossas almas/espíritos. Assim é a promessa do Senhor nosso Deus: “… e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam” Is. 43.2.

Atira o seu pão (Jesus – pão da vida = conhecimento da Palavra, comunhão com Deus, amor, honestidade, alegria, fidelidade, honradez), sobre as águas (povos (Ap. 17.15) = pessoas que sempre estão em contato conosco e merecem ouvir a respeito da salvação em Cristo Jesus. Porque depois de muitos dias o acharás – sim, acharás muitas pessoas convertidas, renascidas, que falarão para nós a respeito da Palavra que ouviram e seguira o Mestre JESUS CRISTO. É indizível a satisfação de encontrar pessoas convertidas, que um dia nós falamos e testemunhamos o Amor de Deus através de Sua bendita e Santa Palavra.

A essência da vida está no Pão e na Água. Pão é alimento físico que sacia a fome, revigora o organismo, e o mantém em pleno funcionamento, saudável e espiritualmente. Sacia a fome espiritual, revigora a energia, a força, o bem estar emocional, amor, atenção, enfim, um ser humano saudável perante o Senhor Deus. A água simboliza a bênção e o refrigério espiritual concedidos por Deus, como no Sl. 23.2 “Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas…”.

“Então, me mostrou o rio da água da vida, brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro”. Apoc. 22.1.