Browsed by
Mês: agosto 2013

Se não fosse o Senhor…

Se não fosse o Senhor…

se não fosse

SALMO 124 – “Não fosse o Senhor…”

“Não fosse o Senhor, que esteve ao nosso lado, Israel que o diga”. Sl 124.1.

“O nosso socorro está em o nome do Senhor, criador do céu e da terra”. Sl 124.8.

Não fosse o Senhor o povo de Deus que o diga. A Palavra de Deus foi, é e será eternamente.

O nosso socorro sempre esteve e está em o nome do Senhor, que nos guarda, e nos livra de todo e qualquer laço maligno. Somos separados, eleitos, predestinados para sermos bênçãos onde quer que estejamos. O Senhor nos criou para o seu propósito, isto é, para que O louvemos em Espírito e Verdade, e para que nos santifiquemos, através da oração, meditação, amor ao próximo. Ele nos alerta para que sejamos santos, porque Ele é Santo (Lv. 11.44; 1 Pe. 1.16).

É obrigação de todo ser humano buscar a presença de Deus, orar, meditar, louvar, adorar o Senhor na beleza de Sua Santidade. Não há escolha ou diferença entre um ser humano e outro como muitas pessoas pensam que haja. A eleição acontece quando uma pessoa volta-se a Deus, arrepende-se de seus pecados, reconhece-se pecador, e que necessita do Senhor Jesus para conduzi-lo a salvação.

A humildade é justamente essa conscientização de que a pessoa não consegue chegar-se a Deus sozinha. Então ela aceita o Senhor Jesus como caminho e como seu único e suficiente salvador pessoal. No coração de todo ser humano há um lugar vazio para ser preenchido com a presença do Senhor nosso Deus. Esse preenchimento é obrigação individual. Cada pessoa é um mundo diferente, um mundo isolado. Cabe a ela convidar o Senhor a entrar em seu coração/alma/espírito (Ap 3.20), e recebê-lo com alegria e propósito de segui-lo em seus santos e retos Caminhos. Para Deus não há acepção de pessoas (At 10.34; Rm 2.11; Tg 2.9; 1 Pe 1.17). Se Deus não faz acepção de pessoas, não é certo dizer que uns são escolhidos, outros não. A escolha do ser humano sempre acontece mediante a aceitação do Senhor Jesus em suas vidas.

Nós louvamos o nosso Deus por todas as bênçãos que Ele tem nos dado. Adoramos o nosso Deus em Espírito e Verdade (João 4.24), na beleza da Sua Santidade (Sl 29.2; Sl 96.9). Nós também podemos dizer: Não fosse o Senhor que esteve e está ao nosso lado, não faríamos nada por nós mesmos. É o Senhor que nos dá paz (João 14.27); amor (1 João 4.8;  4.19); fraternidade (1 Pe 1.22); esperança (Cl 1.27), e a certeza de um futuro espiritual garantido (João 14.2 e 3).

Todas as pessoas convertidas (transformadas, separadas do estado de pecado) deveriam ter mais consciência da grandiosidade do amor de Deus por sua vida.  O que cada um de nós pode oferecer ao Senhor para que sejamos salvos? Se nós encontramos na Palavra de Deus que somos escolhidos antes da fundação do mundo (Jr 1.5; Rm. 8.8.29, Ef. 1.5,6), e selados com o Espírito Santo da promessa (Ef. 1.13), onde  estávamos nessa época?

Meditando sobre a responsabilidade que cada um tem para com Deus, concluímos que devemos adorá-lo cada vez mais, crescer no conhecimento de Sua Palavra, no testemunho pessoal, na oração diária, individual, pela família, pelos enfermos, pelas pessoas que necessitam de conversão, pelos trabalhos missionários, trabalhos pastorais, enfim, orar para que haja paz entre as pessoas e que o reino de Deus se desenvolva cada dia mais. Se o reino de Deus for propagado entre as pessoas, certamente, teremos mais paz, compreensão, amor fraternal, honestidade, caráter, enfim, um mundo melhor.

Não fosse o Senhor que esteve e está ao nosso lado, nada poderíamos realizar. Teríamos uma vida tenebrosa, obscura, sem esperança de um porvir glorificado. Essa esperança maravilhosa faz parte de todo ser humano que segue o Senhor da Glória.

O vínculo que nos une ao Senhor é a aceitação do sacrifício vicário de Jesus Cristo. Ele é o Senhor e Salvador de nossas almas/espíritos. Através da oração, milagres são realizados todos os dias. O Senhor responde as nossas orações, desde que sejamos coerentes em fazê-las.  Os que levam a sério a oração e não a desperdiçam exclamam, como aquela mulher que deixou de ser estéril: Eu pedi esta criança a Deus, o Senhor, e Ele me deu o que pedi. – 1 Sm 1.27.

   “Na Bíblia a oração é uma adoração que inclui todas as atitudes do espírito humano em sua aproximação de Deus. O crente cristão presta culto a Deus quando adora, confessa, louva e O suplica em oração. Essa, a mais alta atividade da qual o espírito humano é capaz, também pode ser considerada como comunhão com Deus, se a ênfase devida for posta sobre a iniciativa divina. O homem ora porque Deus já tocou em seu espírito” (O Novo Dic. Da Bíblia – Vol. II).

“Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” / “vós, sim, que, antes, não éreis povo, mas agora, sois povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia” 1 Pe. 2.9, 10.

Raça eleita para a adoração ao nosso Deus, eleita para crer, orar, meditar, amar o próximo, testemunhar a verdadeira vida de paz, harmonia, dedicação, e viver de acordo com a vontade de Deus. Somos eleitos para as boas obras, para termos fé, dedicação, amor, enfim, uma vida digna de ser observada, admirada por todos. Tenhamos em nossa vida a luz de Cristo para que possamos ter uma vida plena, e brilhar onde quer que estejamos (Mt 5.13).

Não fosse o Senhor, que um dia falou comigo, tirando-me das trevas para a Sua maravilhosa luz, eu não estaria contando as muitas bênçãos que Ele já me deu, nem contando tantos testemunhos, os quais eu presenciei, participei, nem teria também condições de contar o grande número de pessoas que já ouviram a Palavra de Deus por meu intermédio, nem teria como contar as muitas orações respondidas, além de testemunhar a paz, o amor, a prosperidade espiritual que tenho vivido. A fraternidade com minhas irmãs e meus irmãos em Cristo Jesus, que o Senhor me dá. O Senhor me ama de tal maneira, que eu só tenho que agradecê-lo a todo instante, adorá-lo em Espírito e Verdade, e caminhar sempre nos Seus santos e retos Caminhos. Amo o Senhor por todos os benefícios que me tem feito. O Senhor Deus está sempre no comando de minha vida e na vida de todos da minha família.

“Porque sois povo santo ao SENHOR, vosso Deus, e o SENHOR vos escolheu de todos os povos que há sobre a face da terra, para lhe serdes seu povo próprio” Dt. 14.2