Browsed by
Mês: dezembro 2013

Louvarei ao Senhor

Louvarei ao Senhor

louvarei“Louvarei com cânticos o nome de Deus, exaltá-lo-ei com ações de graças”. Salmo 69.30.

Todo ser humano tem algo inerente a sua personalidade, que é a capacidade de louvar e glorificar a Deus. Caso isso não aconteça, fica um vazio em seu coração/alma/espírito, e a pessoa está sempre a procura de alguma coisa, sem saber o que é.

Se a pessoa tomar conhecimento da Palavra de Deus, e aceitá-la, começa o crescimento espiritual. E em decorrência desse crescimento, vem o louvor.  Quando o coração está alegre, o louvor é muito bonito e edificante. “Palavras agradáveis são como favo de mel: doces para a alma e medicina para o corpo” Pv 16.24.

A vinda do reino de Deus até este mundo é assinalada pela restauração da alegria e do louvor da parte do povo de Deus e da criação inteira (Is. 9.2; Sl 96.11-13; Ap 5.9-14; Lc 2.13,14). O louvor a Deus é dado tanto por causa da criação como por causa da redenção (Sl 24 e 136), sendo que tal louvor é apenas um eco do louvor que vibra no céu (Ap 4.11; 5.9,10). (Novo Dic. Da Bíblia – Vol. II – pág. 960).

O salmista escreveu muitos Salmos, que eram cantados em louvor ao nosso Deus. Os Salmos são lindas composições: E disse: “Eu, porém, renderei graças ao Senhor, segundo a sua justiça, e cantarei louvores ao nome do Senhor Altíssimo” Sl 7.17. “Bendirei o Senhor em todo o tempo, o seu louvor estará sempre nos meus lábios” Sl 34.1.

O louvor é uma característica do povo de Deus (1 Pe 2.9).O louvor se expressa na alegria e na gratidão do povo que busca a Deus. O louvor é feito através da música tocada ou cantada. O ato de louvor leva a mais íntima comunhão com Aquele  que está sendo louvado. O Senhor nos ordena que O glorifiquemos. Deus nos  convida para que nos  regozijemos n’Ele.  Até as estrelas cantam louvando a Deus. – “… quando as estrelas da alva, juntas, alegremente cantavam, e rejubilavam todos os filhos de Deus?” Jó 38.7

“A Bíblia, do princípio ao fim, é pontuada por explosões de louvor. Surgem espontaneamente da ‘atitude básica’ de alegria que caracteriza a vida do povo de Deus. Deus se compraz e se deleita em Suas obras criadas (Gn 1; Sl 104.31; Pv 8.30,31) , e toda a criação, incluindo os anjos, expressam sua alegria por meio do louvor (Jó 38.4-7;  Ap 4.6-11).  O homem foi igualmente criado para regozijar-se nas obras de Deus (Sl 90.14-16) e cumpre esse propósito ao aceitar os dons de Deus (Ec 8.15;  9.7;  11.9;  Fp 4.4,8).  (Novo Dicionário da Bíblia – Vol. II – pág 960).

O Salmo 150 apresenta uma lista de instrumentos musicais empregados no louvor. Os profetas louvavam o Senhor, e exortavam o povo para que O louvassem  também.

“Celebrai com júbilo ao Senhor, todas as terras” Salmo 100.1.]

“Louvar-te-ei, Senhor, de todo o meu coração; contarei  todas as tuas maravilhas”/ “Alegrar-me-ei e exultarei em ti; ao teu nome, ó Altíssimo, eu cantarei louvores” Sl 9.1,2.

“Todo ser que respira louve ao Senhor” Sl 150.6.

A Transfiguração

A Transfiguração

transfiguração 1Lucas  9.28-36 – “… viram a Sua glória e os dois varões que com Ele estavam”.

Jesus tomou consigo a Pedro, Tiago e João, subiu ao monte com o propósito de orar. Enquanto Ele orava, sua aparência ia mudando, seu rosto se transfigurou e suas vestes resplandeceram de brancura. Eis que dois varões falavam com Ele: Elias e Moisés, os quais apareceram em glória e falavam de Sua partida, que Ele estava para cumprir em Jerusalém.

Pedro, Tiago e João não entenderam o que estava acontecendo. No momento estavam sonolentos, mas mantinham-se acordados. Viram a Sua glória e os dois varões que com Ele estavam. Como não entenderam do que se tratava, Pedro disse: “Mestre, é bom estarmos aqui; então, façamos três tendas; uma será tua, outra de Moisés, e outra, de Elias, não sabendo, porém, o que dizia” v.33b.  Enquanto assim falava, veio uma nuvem e envolveu a Elias e Moisés, e os levou.  Pedro, Tiago e João ficaram  amedrontados com o acontecido. E da nuvem saiu uma voz,  que disse: “Este é o meu Filho, o meu eleito; a Ele ouvi” v 35. Depois deste acontecimento ficaram apenas Jesus e os três, mas eles calaram-se, e não contaram a ninguém.

Os três não entenderam que o Senhor Jesus estava mostrando como é maravilhoso o Seu reino. Reino de Glória, e de Luz. Mostrou também que há vida depois da morte. Elias e Moisés viveram aqui na terra há quantos anos antes de Jesus (fisicamente). Eles vieram ter com Jesus, e falar sobre a Sua  partida que fora profetizada.

Pedro, Tiago e João reconheceram que eram Elias e Moisés. Nós podemos raciocinar que vamos encontrar nossos pais, parentes, conhecidos e  amigos, reconhecê-los e ficarmos com eles eternamente. Meditando sobre a nova Jerusalém (cidade santa)- (Ap 21.9-27) v 27 “Nela, nunca jamais penetrará cousa contaminada, nem o que pratica abominação e mentira, mas somente os inscritos no livro da vida do Cordeiro”.

“Então, me mostrou o rio da água da vida, brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro”. “No meio da sua praça, de uma e outra margem do rio, está a árvore da vida, que produz doze frutos, dando o seu fruto de mês e mês, e as folhas da árvore são para a cura dos povos” Ap 22.1,2.