Browsed by
Mês: agosto 2014

Templo do Espírito Santo

Templo do Espírito Santo

Templos do Espírito Santo. 1 xxxxxx“Acaso não sabeis que o vosso corpo é o santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?” 1 Coríntios 6.19.

O mundo está repleto de seres humanos cujos corpos são templos habitados pelo maligno. São adoradores, declaradamente comprometidos com o inimigo das almas imortais. É mais prático, mais prazeroso, mais fácil seguir o mundo incrédulo, e sem compromisso com Deus. Enquanto as coisas consideradas boas acontecem, tudo vai bem. Mas quando há necessidade de bênçãos diárias para a saúde, finanças, psicológica (é muito grande o número de pessoas com depressão ou com opressão), aí não há o que o ser humano possa fazer.

Dificilmente, uma pessoa quer ser templo do Espírito Santo de Deus. Para que isso aconteça, é necessário que ela atenda ao convite do Senhor nosso Deus, para integrar o exército dos salvos e bem-aventurados. Jesus Cristo cumpriu o que o Pai registrara no Velho Testamento, para nos oferecer de graça a salvação pelo poder do Seu sangue vertido na cruz do calvário. Jesus só quer que tomemos uma decisão firme e fiel, convidando-O para tomar posse de nossas vidas, e cuidar de nós para a eternidade. O Senhor Deus nos reconcilia com Ele tornando-nos filhos Seus. (João 1.12).

Esta oferta é milionária, porque nada material pode comprar uma só bênção, e muito menos um lugar eterno no lar celestial. A salvação é para todo aquele que crer em Jesus, sem distinção ou discriminação alguma. Toda alma é preciosa diante de Deus. As almas são todas iguais na presença do Deus Altíssimo. A diferença está em crer ou não crer no sacrifício do Senhor Jesus Cristo. Jesus nos disse que na casa do Pai há muitas moradas (João 14.2), Ele não diz que há um lugar diferente para cada tipo de pessoa. Todos farão parte do mesmo grupo. Grupo que louvará o Senhor nosso Deus dia e noite.

Quão glorioso é ser templo do Espírito Santo de Deus. Porque no ato da conversão de uma pessoa, o Espírito Santo entra no espírito/alma da pessoa e faz nele morada. A partir daí, a pessoa cresce espiritualmente, recebe as bênçãos que o Senhor tem prometidas a cada um dos Seus. O Senhor chama e capacita a pessoa para ser uma embaixadora do Seu Reino (2 Co. 5.20). Ser embaixador é ser representante do seu país em outro país, portanto, é ter um cargo importante na sociedade. O embaixador espiritual representa o seu país espiritual, ou seja, a pátria espiritual cujo Rei é o Senhor Jesus Cristo.

Para ser um bom embaixador é necessário conhecer tudo a respeito do seu país, e fazê-lo conhecido entre as pessoas que ainda não o conhecem. Deus capacita o Seu escolhido a ser um ótimo embaixador, mas a pessoa necessita querer ser bom espiritualmente. É obrigação do salvo zelar muito bem pelo Templo do Espírito Santo que é o seu corpo. É obrigação também fazer todo o possível e o impossível para que muitas pessoas conheçam o maravilhoso país espiritual. Reinado pelo Senhor da Glória.

Se nós pararmos para pensar como é bonito um templo, vamos concluir que devemos ser igual ou ter mais cuidado com o nosso corpo. O embaixador leva na bagagem tudo referente ao seu país, e tem tudo muito bem estudado, para não se embaraçar quando falar com os desconhecidos. O embaixador espiritual leva em sua bagagem tudo sobre o Reino de Deus e a salvação pela graça, e de graça, do Senhor Jesus Cristo. Ser um templo com muitas luzes, muita claridade, muita beleza espiritual, onde muitas pessoas admiram e se interessam por este país maravilhoso que o Senhor está convidando cada ser humano para fazer parte dele.

“E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as cousas antigas já passaram; eis que se fizeram novas” 2 Co. 5.20.

“E o testemunho é este: Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está no Seu Filho. Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida” 1 João 4.11,12.

Graça e Paz!

Cartas de Deus

Cartas de Deus

Carta de Deus. 1“Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens, estando já manifestos como carta de Cristo, produzida pelo nosso ministério, escrita não com tinta, mas pelo Espírito de Deus vivente, não em tábuas de pedra, mas em tábua de carne, isto é, nos corações” II Coríntios 3.2,3.

Somos cartas de Deus, porque não transmitimos a nossa mensagem humana, mas, sim, a mensagem do céu. É a presença do Espírito Santo habitando em nós e nos habilitando a ser “boca de Deus”(… serás a minha boca… “ Jr. 10.11. “A boca do justo é manancial de vida” Pv. 10.11. A Palavra de Deus nos diz que somos cartas abertas e lidas por todos. Desde a conversão de uma pessoa, a carta de Deus começa a ser escrita no seu coração.

A carta de Deus é escrita no coração da pessoa para que ela leve a mensagem divina a outras pessoas que ainda não a conhecem. Não há como esconder a mensagem, se é que a pessoa é uma carta de Deus. Nesta carta consta tudo o que Deus pensou, planejou e mostrou ao ser humano, através de Sua Palavra e de Jesus Cristo. Deus chama a pessoa e a capacita para ser Sua carta viva. A Sua Palavra flui do interior de uma pessoa como uma fonte de água viva. “… aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna” João 4.14.

A responsabilidade de uma pessoa ser carta de Deus é muito grande. Ela precisa crescer no conhecimento da Palavra, na prática da oração, meditação. Zelar pelo testemunho, pelo comportamento, enfim, ter uma vida digna de ser uma carta de Deus. Deve estar sempre pronta para realizar o mandado de Jesus: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” Mc. 16.15. Não só pregar o Evangelho, mas orar, meditar, visitar, realizar o trabalho da melhor forma possível. Onde quer que a pessoa esteja, ela ocupa o lugar de embaixadora de Cristo “De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio …” 2 Co. 5.20, deve honrar o nome de Cristo Jesus.”… Aparte-se da injustiça todo aquele que professa o nome do Senhor” 2 Timóteo 2.19b.

Toda carta verdadeiramente escrita por Deus leva consigo a maravilhosa mensagem da salvação de almas imortais. Esta carta aberta realiza um excelente ministério, ganha muitas pessoas para o reino da glória. É o Senhor transmitindo a Sua Palavra, outrora revelada através dos Seus servos (cartas de Deus), e agrupando aqueles que aceitam esta mensagem de salvação, e que um dia estarão diante do Cordeiro, todos salvos e bem-aventurados.

Quanto aqueles que não aceitam, não há segunda chance para o arrependimento dos pecados. Irão para o lugar que eles próprios prepararam. Não podem querer grandes coisas, pois, foi tudo que conseguiram com seu orgulho, egoísmo, desamor, apego às oferendas do mundo incrédulo, descrença total, revolta com tudo e com todos, ódio, inveja, desejo mal referente ao próximo e muito mais. A pessoa está ocupada demais com essas coisas, não tem tempo e nem vontade de ver o além de, nem se preocupar com as coisas do porvir.

“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim” João 5.39.

Graça e Paz!

Os inimigos conspiram para intimidar Neemias

Os inimigos conspiram para intimidar Neemias

O chamado de NeemiasNeemias 6.1-14.

Neemias era judeu e trabalhava como copeiro do rei persa Artaxerxes I, (Pérsia). Neemias estava na cidadela (fortaleza defensiva de uma cidade) de Susã quando encontrou um de seus irmãos que viera de Jerusalém, e perguntou-lhe sobre a sua cidade. Seu irmão o informa que Jerusalém está totalmente destruída, os muros derribados, as portas queimadas, pois a cidade fora saqueada pelos inimigos. Naquela época a cidade era cercada de muros e portas reforçadas para a sua segurança.

Poucas pessoas ficaram morando ali, na mais completa miséria. Ao saber disso Neemias chorou copiosamente, e começou a orar para que Deus provesse o restabelecimento de sua cidade, pois ele a amava, e dizia ser o lugar onde estavam os túmulos de seus pais. Neemias era um homem de oração, ação e devoção ao dever.

Quando Neemias se apresentou ao rei, para servir o costumeiro vinho, o rei notou profunda tristeza em seu rosto. O rei quis saber o que estava acontecendo, porque Neemias não estava doente, então a tristeza era do coração. Neemias contou-lhe o que aconteceu com a sua cidade e seus irmãos. Deus tocou o coração do rei Artaxerxes, e ele liberou Neemias para voltar a sua cidade. Deu-lhe cartas de apresentação necessárias para os lugares por onde passariam, até chegar a Jerusalém, soldados para acompanhá-lo na obra, deu também ajuda financeira para que Neemias fizesse a reconstrução dos muros e das portas de Jerusalém.

Partiram para a reconstrução dos muros e das portas de Jerusalém. Mas quando os inimigos de Jerusalém ficaram sabendo que Neemias voltara para reconstruir os muros e as portas, se irritaram grandemente, e tramaram grandes ciladas para impedi-lo de realizar a sua obra.

Os inimigos de Neemias inventaram muitas mentiras, calúnias a seu respeito, fizeram de tudo para atrapalhar a obra, mas Deus estava no comando. Neemias enfrentou todos os obstáculos que apareceram e que tentaram impedir o prosseguimento da obra. Seus inimigos até o convidaram para que se encontrasse com eles, mas Neemias, orientado por Deus, respondeu: “Estou fazendo grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria a obra, enquanto eu a deixasse e fosse ter convosco? Ne. 6.3.

Todos os inimigos de Neemias se uniram e procuravam atemorizá-lo. Se eles conseguissem, a obra não iria para frente ou mesmo ficaria sem terminar. Mas com Deus no comando não houve empecilho que fizesse frente. A vitória de Neemias foi grandiosa e linda.

Assim acontece a todos que querem fazer uma grande obra espiritual na sua vida e na vida de outra pessoa. Quando o Senhor age na vida de uma pessoa, parece que tudo e todos ficam contra ela. São flechas espirituais de todos os lados. Mas quando estamos fazendo uma grande obra, e não paramos para nos encontrar com nossos inimigos, a obra tem uma finalização completa e abençoada.

Os inimigos da obra são tantos que dificilmente são vencidos; somente com oração, dedicação, e santificação haverá a vitória. A principal arma dos inimigos é o medo. Se eles conseguirem plantar o medo, eles já tem parte da vitória. A nossa cidade (vida) terá os muros e portas (segurança) reedificadas e seguras de todo e qualquer ataque dos inimigos das almas imortais.

Em poucos dias terminaram a reconstrução do muro, e os inimigos da obra ficaram de semblantes descaídos em seu próprio conceito; “… porque reconheceram que por intervenção de nosso Deus é que fizemos esta obra” Ne. 6.16b. Assim o Senhor Deus agiu com Neemias quando clamou a Deus por reconstrução de sua cidade Jerusalém, e o Senhor lhe concedeu total realização do pedido. Neemias foi vitorioso na reconstrução do muro e das portas de Jerusalém. Hoje, cada servo do mesmo Deus será também vitorioso em reconstruir vidas esfaceladas pelo pecado, presas por espíritos imundos, chafurdadas na lama do pecado.

A reconstrução é espiritual e de uma validade sem igual, porque a reconstrução é para a vida eterna. Cada um dos convertidos é um Neemias reconstruindo vidas, devolvendo confiabilidade às pessoas que um dia a perderam, reconstruindo o amor próprio, a personalidade, o prazer e a alegria de viver. Os inimigos não fizeram sombra para Neemias. Ele começou, desenvolveu uma grande obra. Façamos assim também com a grande obra do Evangelho do Senhor Jesus Cristo.

“Porque todos eles (inimigos) procuravam atemorizar-nos, dizendo: As suas mãos largarão a obra, e não se efetuará. Agora, pois, ó Deus, fortalece as minhas mãos” Ne. 6.9.

“Acabou-se, pois o muro aos vinte e três dias do mês de elul, em cinqüenta e dois dias”/ “Sucedeu que, ouvindo-o todos os nossos inimigos, temeram todos os gentios nossos circunvizinhos e decaíram muito no seu próprio conceito; porque reconheceram que por intervenção de nosso Deus é que fizemos esta obra” Ne. 6.15,16.

Graça e Paz!

Promessas de Deus

Promessas de Deus

As promessas de DeusJosué 1.1-9.

Cremos nas promessas de Deus?  “… como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei” Js. 1.5.

“Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais” Js. 1.6.

Quando Moisés tirou o povo da escravidão do Egito, enfrentaram, Moisés e seu povo,  uma longa caminhada de quarenta anos. Mas com a morte de Moisés, chegou o momento de Josué assumir a condução do povo de Israel. Deus o escolheu e o capacitou para a grande tarefa. Josué tinha consciência de que o caminho era muito difícil e o povo rebelde, mas ele ficou firme nas promessas que o Senhor Deus fizera a Moisés, e em seguida, a ele. O Senhor lhe disse para ser forte e corajoso. Ele faria aquele povo herdar a terra que o Senhor prometera dar a seus pais, isto é, a seus ancestrais. Para animá-lo, Deus lhe faz uma promessa: “o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares” v.9b. Essa promessa é extensiva a cada um de nós.

Assim, Josué recebeu a promessa de Deus para a sua vida, e para a condução daquele povo (outrora escravo) que saíra do Egito pela mão forte do Senhor Deus, e guiados por Moisés, servo do Senhor. O povo tomou posse da terra prometida por Deus. As promessas de Deus continuam atualíssimas na vida de cada pessoa. Josué tinha que ser forte e corajoso como lá no passado remoto, mas toda pessoa no passado e no presente continua com a necessidade de ser forte e corajosa para receber a promessa de Deus para a sua vida. Deus promete que há uma terra preparada para o futuro, na nova Jerusalém Celestial. Apoc. 21.2.

A promessa de Deus possui extraordinários poderes para motivar, já que põe diante de nós uma esperança que enche o coração e alimenta a imaginação acerca das coisas futuras. A confiança deve estar centrada na promessa de Deus, porque se a pessoa confiar em promessa humana, certamente vai se decepcionar. Porque tudo que é humano é falho. O ser humano decepciona sempre, daí a pessoa ficar vacilante para crer na promessa de Deus.  A vida espiritual requer como elemento essencial, que a pessoa creia firmemente nas promessas que o Senhor Deus faz. Deus é perfeito. N’Ele não há sombra de dúvida. Deus é imutável. Muitos cristãos, diante das impossibilidades, não cultivam essa convicção atrevida que é uma característica fundamental daqueles que, ousadamente, creem nas promessas e declarações das Escrituras.

O Senhor disse a Josué: “Não cesses de falar deste livro da lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido” Js. 1.8.  Se agirmos assim como o Senhor ordenou a Josué, seremos vitoriosos na vida espiritual, e pela extensão, na vida física e orgânica, tal qual Josué o foi. Josué realizou tudo que o Senhor lhe ordenara. Temos também a responsabilidade na condução de outras pessoas para a terra prometida, a Nova Jerusalém Celestial preparada para todos os salvos e bem-aventurados. O Senhor escolhe e capacita pessoas para esse trabalho tão difícil, mas maravilhoso e gratificante.

“… Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares” Js. 1.9.

Disse Josué ao povo: “Santificai-vos, porque amanhã o Senhor fará maravilhas no meio de vós” Js. 3.5, e de nós.

Graça e Paz!

Água espiritual

Água espiritual

água espiritual 1João 4.14

“Aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna” Jo. 4.14.

Há muitos dados sobre a água. Cada dado levantado destaca uma ou mais utilidades, mas a água é a fonte da vida. Temos a água líquida, física, que sacia a nossa sede fisiológica, nos preserva com vida, e supre todas as nossas necessidades referentes a ela (água). Mas o que muita gente não sabe ou não valoriza é a água espiritual ou água viva. A água viva enche o nosso espírito de bênçãos e prosperidade espirituais. Basta uma pessoa receber um pingo (pouquinho) dessa água, que ela será suprida totalmente, e se tornará uma fonte a jorrar para a vida eterna.

Como o próprio nome diz: água viva, ou água espiritual é o próprio Jesus na vida de uma pessoa. Essa água é a melhor que existe, pois não acaba, pelo contrário, aumenta mais e mais. Por que jorrar para a vida eterna? Porque quem é uma fonte de água viva, constantemente está transmitindo um pingo dessa água às pessoas que ainda estão sedentas de boas-novas. A água viva sempre aumenta, e transborda nos corações voltados para o Senhor Jesus (água viva). Essa água corre em direção à vida eterna. Porque a água viva é a vida eterna, ela nunca diminui ou morre. “Então me mostrou o rio da água da vida, brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro” Ap. 22.1.

A água viva fornece paz, bem estar, descanso a todos aqueles que a possuem. Onde há água viva, há pessoas se beneficiando com ela. Ouvirão palavras de conforto, ânimo, carinho, amor, fortaleza, segurança e a certeza de que essa fonte de água viva correrá para diante do trono de Deus. Logo a pessoa estará perto de Deus. Esta é a promessa de Jesus para todo aquele que crer n’Ele.  “Aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna” Jo. 4.14.

Toda pessoa é preciosa aos olhos de Deus. Deus quer que cada pessoa receba o pingo de água viva, e assim se tornará uma grande fonte a jorrar para a vida eterna. A água viva dá vida a todos quantos a recebem, e vida verdadeira, salva por Jesus. Para chegar à mansão celestial a pessoa necessita da água da vida, uma vez que, diante do trono de Deus o rio da água viva passa em frente ao Seu trono, e mantém a vida de todos que ali chegarem. Através da Palavra de Deus a pessoa encontra a água da vida que é o caminho da salvação de sua alma imortal.

“Como água fria para o sedento, tais são as boas-novas vindas de um país remoto” Pv. 25.25.

“… : o nome dos que se apartam de mim (Deus) será escrito no chão; porque abandonam  o Senhor, a fonte das águas vivas” Jr. 17.13.b.

“… Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida” Ap. 22.17.

Graça e Paz!

Filhos e herdeiros

Filhos e herdeiros

Filhos e herdeiros de Deus 3Romanos 8.14-17

“Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus” Rm. 8.14.

Todas as pessoas que se converteram, passaram a ter o Espírito Santo de Deus dentro do seu coração/alma/espírito. Se Deus mora realmente no âmago do ser humano, logo é chamado de filho de Deus. “Mas, a todos quantos O (Jesus) receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome” João 1.12.

“Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoração, baseados no qual clamamos: Aba, Pai” Rm. 8.15. A partir do momento da conversão a pessoa recebe o espírito de liberdade, de confiança, de amor, tudo isso vindo do Pai. Deus quer o melhor para o ser humano, Ele abomina o pecado, a desobediência, tudo que é contra a Sua Santidade. Deus quer que sejamos santos, porque Ele é Santo. ”Eu sou o Senhor, vosso Deus; portanto, vós vos consagrareis e sereis santos, porque eu sou santo; e não vos contaminareis por nenhum enxame de criaturas que se arrastam sobre a terra” Lv. 11.44. “… Santos sereis, porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou Santo” Lv. 19.2.

Deus enviou Jesus Cristo para fazer o sacrifício na cruz do calvário, ressuscitar ao terceiro dia, aparecer aos discípulos, dar testemunho de que ressuscitara, vencera a morte. Foi assunto ao céu. Enviou o Consolador, que é o Espírito Santo de Deus. O Espírito Santo de Deus permanece através do tempo convencendo a pessoa do seu estado pecaminoso, e leva-a ao arrependimento e a aceitação do Senhor Jesus em seu coração/alma/espírito. O Espírito Santo de Deus oferece vida nova a todo aquele que quer tê-la, salvação das almas imortais.

Há inúmeras passagens na Palavra de Deus que se referem aos salvos e bem-aventurados como filhos de Deus. Quando uma pessoa recebe o Espírito Santo de Deus em seu coração/alma/espírito ela recebe também a sua inscrição para morar na eternidade juntamente com o Senhor Jesus, nas mansões celestiais. É importantíssimo que a pessoa saiba e tome uma decisão por Cristo Jesus. É uma decisão eterna, única, pessoal, personalizada. Ninguém pode tomar decisão por outra pessoa, porque é a atitude única diante de Deus. A chance é aqui e agora, do outro lado não haverá outra chance, por mais que se queira.

“O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com Ele sofremos, também com Ele seremos glorificados” Rm. 8.16,17.

“Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus; e, de fato, somos filhos de Deus. Por essa razão, o mundo não nos conhece, porquanto não O conheceu a Ele mesmo” 1 João 3.1.

“… porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas” 1 Tes. 5.5.

Graça e Paz!