Browsed by
Mês: dezembro 2015

Eliseu

Eliseu

2 Reis 6 – Eliseu,  o sucessor do profeta Elias. Elias o escolheu a mando do Senhor Deus 1 Rs. 19.19-21. Quando o profeta Elias o chamou, Eliseu deixou o que estava fazendo, trabalho cotidiano, e seguiu a Elias, servindo-o. Elias sabia que em pouco tempo o Senhor o levaria para Si. Então, o Senhor Deus separou a Eliseu, servo dedicado, fiel, para acompanhar  Elias em todas as suas realizações. Quando Elias lhe comunicou que o Senhor viria buscá-lo (Elias), então, ele perguntou a Eliseu, o que este queria que ele (Elias) lhe fizesse. Eliseu pediu uma porção dobrada do espírito de Elias. Elias não promete dá-la, porque quem dá o Espírito é o Senhor Deus, mas disse que, se Eliseu visse o momento em que o Senhor viria buscá-lo (Elias), então se daria a porção dobrada do seu Espírito como Eliseu havia pedido. A porção dobrada do espírito de Elias era a porção do Espírito Santo que operava na vida de Elias. Elias foi um excelente profeta do Senhor.

Elias e Eliseu estavam a caminho como faziam diariamente nos seus afazeres, quando “… andando  e falando sobre o reino de Deus, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho”2 Rs 2.11. Eliseu o chamou várias vezes, mas em vão. O seu senhor havia desaparecido, e nunca mais o viu. Eliseu ficou com a capa (tecido) que  Elias deixara cair.  A capa de Elias era o testemunho que ele existira, e que fora levado ao céu sem levar nada consigo de material, orgânico ou físico. Com a capa de Elias ele pode tocar no rio Jordão,  abrir as águas e passar do outro lado. E assim assumir sua nova posição de profeta do Senhor Deus. A capa (tecido) foi muito importante para Eliseu, para ele ver e confiar que Elias fora um grande servo do Senhor, e que através dessa capa Eliseu pode iniciar o seu trabalho.

Mas o mais importante que Eliseu herdou foi  a porção dobrada do Santo Espírito do Senhor. Eliseu pode realizar o dobro dos milagres que Elias operou. Eliseu até depois de morto realizou um grande milagre, o da ressurreição de um cadáver que fora atirado sobre os seus ossos (2 Rs 13.21b). Eliseu ganhou  uma porção dobrada do Espírito Santo do Senhor. Muitas pessoas foram procurar por Elias, depois que ele fora levado ao céu, em uma carruagem de fogo, pois, acreditavam estivesse ele em algum lugar, mas procuraram-no em vão. Não o encontraram. Elias subiu ao céu numa carruagem de fogo, e Eliseu deu continuidade ao trabalho do Senhor Deus, e tornou-se um grande profeta do Senhor.

Eliseu fez o dobro de milagres que Elias. Alguns chamaram mais atenção, como: tornou saudáveis as águas 2 Rs 2.19-22. O lugar que possuía água ruim, não potável, e Eliseu as tornou boa, pura, própria para o consumo; Curou a lepra de Naamã. Naamã, comandante do exército do rei da Síria, sofria de lepra, uma enfermidade incurável, e era tida como castigo divino. Naamã não tinha esperança de ser curado, quando uma menina israelita, prisioneira de guerra, que  servia em sua casa,  o enviou ao profeta de Deus, Eliseu. Eliseu intercedeu por Naamã, que assim foi  curado de sua enfermidade; Eliseu fez flutuar o machado de um trabalhador que estava à beira do rio (Rs. 6.5-7). E muitos outros milagres. Realmente, Eliseu recebeu uma porção dobrada do Espírito do Senhor que operava em Elias.

O profeta Eliseu sempre teve total certeza de que o Senhor Deus estava com ele. Há uma passagem em 2 Rs 6.16,17, que o seu acompanhante ficou com medo dos inimigos, e Eliseu mostrou-lhe que não deveria ter medo, uma vez que o Senhor Deus era muitas vezes mais poderoso do que o exército inimigo. “Eliseu respondeu: Não temas, porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles. / Orou Eliseu e disse: Senhor, peço-te  que lhe abras os olhos para que veja. O Senhor abriu os olhos do moço, e ele viu que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu”. Assim, todos os servos do Deus Altíssimo tivessem essa certeza de que há um exército dos céus para guardá-los e proteger do exército do inimigo.

“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz, para os meus caminhos” Sl. 119.105.

Graça e Paz!

Bênção de Deus

Bênção de Deus

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus” – Efésios 2:8.

O Senhor Deus deu-lhes as orientações imutáveis sobre tudo o que deveriam fazer, para viver em paz com Ele. Mas, eles desobedeceram, pecaram perante o Senhor Deus, e como a verdadeira justiça está n’Ele,  foram expulsos do paraíso celeste, da presença de Deus, sendo condenados ao árduo trabalho para obter o seu sustento, e enfrentar as dificuldades do dia a dia. Mas o Senhor sendo justo,  amoroso e compassivo, não voltou atrás quanto a sua bênção para o ser humano. Ela permanece viva até o dia de hoje, e o será eternamente.

As bênçãos de Deus são constantes em nossas  vidas. Desde o nosso levantar até o final do dia ao deitar, contamos com tantas bênçãos que é impossível enumerá-las. O Amor de Deus realiza milagres constantemente em nossas vidas. Em Isaías 55.13, o profeta nos diz que onde há a bênção do Senhor Deus, há também a Sua maravilhosa presença.  Com a presença de Deus em nossas vidas tudo se transforma: em lugar de espinheiro, crescerá o cipreste, e em lugar da sarça crescerá a murta. O profeta trata do espinheiro (planta cheia de espinhos) e da sarça (árvore seca) espirituais, que são as dificuldades que a pessoa enfrenta no cotidiano. Dificuldades espirituais, geralmente ocorrem porque a pessoa  não valoriza ou não dá o devido valor às bênçãos de Deus;  assim, ela fica distante e desprotegida. Mas, quando ela se aproxima do Senhor Deus, e valoriza cada bênção recebida, o espinheiro se transformará  em cipreste, que é uma planta com flores lindas e muito perfumadas, da qual se extrai a essência para o perfume; a sarça dará lugar a murta, que é também uma planta cujas flores são muito cheirosas. Traduzindo espiritualmente essas comparações, podemos dizer que toda e qualquer dificuldade espiritual é resolvida com a presença e a valorização das bênçãos do Senhor Jesus no embate da vida.

A transformação de uma vida em cipreste ou murta é muito  rica em bênçãos. A pessoa passa a uma vida cheia de paz, amor, segurança. Tal é a segurança, que a pessoa tem certeza do seu lugar assegurado no porvir, nas mansões celestiais.  As bênçãos do Senhor Deus vem através da aceitação do Senhor Jesus Cristo em um coração quebrantado e um espírito contrito,  da leitura da Sua Palavra, da oração, da meditação.  A decisão é individual e personalizada, isto porque o que conta é a decisão espiritual de cada pessoa. E esta tomada de decisão só pode ocorrer mediante o querer, a sinceridade de quem está a receber a bênção da inclusão ao povo escolhido por Deus. Se não for assim, a salvação passará longe da pessoa. Somente Jesus oferece gratuitamente a salvação e a mudança de vida a uma pessoa.

A Palavra de Deus fixa em nossos corações a mensagem sobre os cuidados de Deus sobre a sua criação. A Palavra de Deus é a água da Vida, que mantém vivo e saudável todo aquele que busca aconchego no Senhor nosso Deus.  A Palavra de Deus é eterna, e transforma o coração por mais duro e difícil  que seja. Pois, o coração pode ser comparado ao monte Sião, porque o monte Sião está em seu lugar sempre. Não se abala com nada, permanece inabalável, através dos séculos  (Sl. 125.1). Assim acontece ao coração transformado pela Palavra de Deus, ele jamais se abala, mas permanece firme e fiel a Deus.  Assim precisamos ser para com Deus, inabaláveis. Firmes e confiantes até o fim. A cada ser humano é atribuída a bênção do Senhor Deus, a bênção da vida. Cabe a cada um honrar e corresponder a essa bênção maravilhosa. Porque Deus é inabalável, imutável. Ele é o princípio e fim. Apoc. 22.13.

“E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus” Fl. 4.7.

Graça e Paz!