A Oração de Jabez

A Oração de Jabez

Oração

Nos tempos remotos viveu um homem muito temente a Deus, cujo nome era Jabez. Ele enfrentou sérios problemas com o seu nome. Jabez significava ‘dor’, ‘sofrimento’. A sua mãe lhe dera esse nome porque disse: “Porque com dores o dei a luz” (1 Cr. 4.9b). Na época de Jabez, o significado do nome era de elevada importância, e determinava o futuro e a vida de uma pessoa. Todo nome tinha um significado, isto é, definia a personalidade, o caráter, de uma pessoa. Jabez sofria muito quando era chamado de ‘dor’, ‘sofrimento’. Mas Jabez era um servo do Deus Altíssimo. Servo fiel que confiava totalmente no poder do seu Deus. Ele cresceu aprendendo a respeito do Deus Eterno, e as histórias que seus pais contavam o que esse Deus maravilhoso fizera no passado ao seu povo.

Um dia, Jabez estava muito aborrecido, talvez irritado, ou sem paciência com as pessoas que o rodeavam, porque procuravam zombar do seu nome e em conseqüência dele próprio. Então ele resolve falar com Deus seriamente. Ele parou em um determinado lugar, elevou os seus olhos para o alto e fez uma preciosa oração, e expôs ao Senhor toda a sua angústia. Ele cria totalmente no Senhor Deus, e sabia que o Senhor lhe responderia a oração. Sendo o Deus Eterno o mesmo que tirara o povo judeu da escravidão do Egito, e o mesmo Deus que dera várias vitórias ao seu povo, poderia transformar em vitória tudo aquilo que ele enfrentava em relação ao seu nome.

Jabez era totalmente anônimo na história bíblica, quando aparece e é transformado em ilustre, de um momento para outro pelo próprio Deus, que atendeu a sua oração, e o eternizou na Sua Santa e Bendita Palavra. Existe apenas este versículo que relata a fé de Jabez, e a resposta à sua oração. Com sua oração simples e sincera, com quatro pedidos diretos e uma resposta que mudou para sempre sua vida e de sua descendência.

“Foi Jabez mais ilustre do que seus irmãos”, porque pela fé pura e sincera ele orou a Deus com pureza de coração. A fé pura e sincera num Deus maravilhoso o distinguia de seus irmãos. A fé e a resposta de Deus à sua oração o tornaram mais ilustre que seus irmãos. A vida debaixo da bênção de Deus é a melhor coisa do mundo, e torna a pessoa mais ilustre que as outras que a cercam.

Quando Jabez orou, seu foco foi estritamente em seu Deus onipotente, maravilhoso e protetor. “Oh! Tomara que me abençoes…”. Ele pediu a Deus que o abençoasse muitíssimo. Ele precisava da bênção de Deus em sua vida, tanto na área espiritual, como na área emocional, como na física. Ele invocou o Deus Altíssimo que viesse em seu socorro. Jabez fez os pedidos a Deus que eram a vontade e o desejo do seu coração, e Deus respondeu por que o pedido de Jabez era coerente com Sua soberana vontade. A bênção de Deus e a resposta à oração fazem parte de todo àquele que com o coração limpo se dirigir ao Senhor expondo as suas necessidades.

“… e me alargues as fronteiras…”. Jabez quis que o Senhor Deus lhe alargasse as fronteiras do conhecimento, da sabedoria, da paz, do convívio com os irmãos, da habilidade que lhe era necessário para tratar com as pessoas, do bem-estar. As fronteiras são infinitas, por isso devem ser almejadas por todo servo do Deus Altíssimo.  Assim, ele pode viver melhor a sua vida emocional, psicológica, sábia, e pode alargar as suas fronteiras para muito longe, e ver o seu desejo realizado.

“… seja comigo a tua mão…”. Depois que o Senhor alargou as fronteiras de Jabez, de tal maneira que ele pediu que a mão do Senhor estivesse sempre com ele. Ele cria que o Senhor Deus o guiaria nos Seus caminhos, o conduziria pelas estradas áridas da vida. E que o Senhor estaria sempre com ele.

“… E me preserves do mal…” Jabez sabia que dependia única e exclusivamente de Deus. Toda a sua vida estava entregue a Deus. Jabez pediu que o Senhor o preservasse do mal.

“E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido”. Jabez orou confiantemente que o Senhor lhe responderia a oração. Assim o Senhor Deus o fez. Logo após a última palavra Jabez começa a receber a bênção que pediu ao Senhor. “E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido”. Jabez começou uma nova vida com a bênção que o Senhor Deus lhe dera. “A bênção do Senhor é à base da verdadeira riqueza, pois não traz tristezas e preocupações” (Pv. 10.22).

Em resumo: Deus favorece aqueles que pedem com fé pura, coração limpo e espírito quebrantado. Ele não retém nada daqueles que querem e honestamente pedem aquilo que seja da soberana vontade de Deus. O foco da oração deve ser sempre o Deus Eterno, onipresente, onisciente e onipotente, e de acordo com Sua soberana e bendita vontade. Seja um Jabez com a fé pura, fiel, voltada totalmente ao Senhor Deus. Tenha a certeza de Sua resposta às orações. Apresente os pedidos e a sua gratidão a esse Deus maravilhoso que olha com muito carinho para todo aquele que n’Ele crê, e confia. E torna a pessoa que se volta a Ele uma pessoa ilustre frente aos demais que a cercam. Ilustre porque tem a bênção do Senhor Deus. A bênção torna uma pessoa ilustre perante Deus.

A “mão do Senhor” é um termo bíblico para expressar o poder e a presença de Deus na vida de seu povo (Josué 4.24 e Isaías 59.1).

“Porque, quanto ao Senhor, seus olhos passam por toda terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele” (2 Crônicas 16.9).

Graça e Paz!

Comments are closed.