A ressurreição de Jesus

A ressurreição de Jesus

A ressurreição de Jesus 3João 20.1-18

Assim como estava escrito no Velho Testamento que o Messias viria, faria um grande ministério, com muitas curas a diversas enfermidades, muitos coxos andariam, surdos ouviriam, endemoninhados eram libertados de o poder de Satanás. O Messias havia de ressuscitar de entre os mortos, e ressuscitou ao terceiro dia, ou seja, Ele venceu a morte. No primeiro dia da semana Maria Madalena foi ao sepulcro a fim de levar aromas para ungir o corpo de Jesus, mas o grande problema seria quem removeria a pedra para ela entrar?

Para grande surpresa dela ao chegar próximo ao sepulcro avistou a pedra já removida e a porta aberta. Ela ficara assustada, amedrontada, mas entrou para ver o que havia acontecido ao corpo do Senhor Jesus. Voltara rapidamente e foi ter com Simão Pedro e com outro discípulo, a quem Jesus amava. Ela disse: “Tiraram do sepulcro o Senhor, e não sabemos onde o puseram” v.2b. Saíram correndo para chegar rápido ao sepulcro. Ao chegar constataram que o Senhor Jesus não estava lá. Viram o sepulcro vazio, os lençóis no chão e o lenço que cobria a face do Senhor estava ao lado, então, viram e creram. Eles ainda não tinham compreendido a Escritura, porque havia necessidade da ressurreição do Senhor primeiro. Voltaram para casa maravilhados.

Jesus ressuscitou de manhã cedo no primeiro dia da semana, logo apareceu a Maria Madalena. Ela permanecia à porta do sepulcro, chorando. De repente ela “viu dois anjos vestidos de branco, sentados onde o corpo de Jesus fora posto, um à cabeceira e outro aos pés” v. 12b. Eles lhe perguntaram por que ela chorava. Ela justificou que haviam levado dali o seu Senhor e que ela não sabia onde O haviam posto.

Quando Maria Madalena disse isto, olhou para trás e viu Jesus em pé, mas não reconheceu que era Jesus. Jesus lhe perguntou por que ela chorava, e a quem ela procurava. Ela pensava que era o jardineiro ou qualquer outra pessoa que passava por ali, disse: “Senhor se tu o tiraste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei” v. 15b. Mas o Senhor Jesus lhe disse: “Maria! Ela voltando-se, lhe disse, em hebraico: Raboni (que quer dizer Mestre). Maria Madalena ficou maravilhada com aquela revelação. O Mestre estava vivo, ressurreto, e se comunicando com ela.

 Essa mesma revelação o Senhor Jesus faz constantemente, quando uma pessoa procura conhecê-lO com sinceridade no coração, o Senhor Jesus a chama pelo nome, e ela O reconhece como seu Senhor e Mestre. A conversão é dom de Deus. “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus” Ef. 2.8.

Recomendou-lhe Jesus: “Não me detenhas; porque ainda não subi para meu Pai, mas vai ter com os meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, para meu Deus e vosso Deus” v. 17.  Maria Madalena saiu apressadamente para levar a notícia da ressurreição aos discípulos de Jesus. Muitos discípulos não creram de imediato.

“… Quem nos removerá a pedra da entrada do túmulo?” Mc. 16.3.

O túmulo representa o coração fechado, lacrado com uma grande pedra, porta vedada contra tudo que é de Deus, ou seja, a pessoa diz que crê, mas na realidade é uma fé fraquinha, que no primeiro embate que aparece, tudo vai abaixo. Daí a pessoa mostra que a sua fé não resiste nem a um pequeno vento, quanto mais a um vendaval. Só há sucesso na vida, quando Jesus está ressurreto para a pessoa, e no comando de sua vida. Há necessidade de a pessoa tirar a grande pedra que está impedindo a entrada. Permitir que Jesus Cristo ressurja na sua vida, deixe o túmulo vazio, e seja o Senhor Jesus ressurreto no  seu ser.  Ter a satisfação, a alegria de ouvir o Senhor Jesus chamá-la (pessoa) pelo seu nome. Quando Ele disser o seu nome, imediatamente, a você dirá: “Senhor, Mestre!”. E a alegria inundará a sua vida de tal maneira, que você correrá para dar a boa notícia a todos quantos encontrar pela frente.

“Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” 1 Pedro 2.9.

Graça e Paz!

Comments are closed.