Bem aventurado aquele que anda nos seus caminhos

Bem aventurado aquele que anda nos seus caminhos

Bem-aventurado aquele que anda...“Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos!” Sl. 128.1. O Salmo 128 trata da felicidade no lar. As pessoas devem andar nos caminhos do Senhor para alcançar as bênçãos que Ele tem preparado para cada um em especial. Cada ser humano é um mundo diferente, cada qual, recebe as suas bênçãos. O Senhor é maravilhoso, Ele prepara bênçãos e mais bênçãos para os que O temem, e que andam nos Seus caminhos.  Deus é o Senhor dos senhores, todos são dele. Mas Ele dá o livre arbítrio para cada um individualmente. Aqueles que O buscam, que se entregam a Ele ou entregam as suas vidas a Ele, recebem as bênçãos acompanhadas de paz, sucesso, tranquilidade, segurança aqui, e no porvir a vida eterna juntamente com Jesus Cristo na mansão celestial.

Aqueles que não optam pelos caminhos corretos, preferem o mundo repleto de coisas condenáveis, esses deixarão de lado as bênçãos que seriam deles, bênçãos que ficam acumuladas, sem valor, sem possibilidades de buscá-las.    Bem-aventurados aqueles que andam nos Seus caminhos, porque se encontrarão com o Senhor Deus em Sua glória. A ilusão é maior que a percepção de uma pessoa. Muitas vezes ela valoriza demais algo que tem pouco valor, idolatra alguma coisa que na realidade é apenas um capricho. Bem-aventurado aquele que teme (reverencia) ao Senhor e confia n’Ele, e busca soluções para os seus problemas; que leva a Palavra de Deus às pessoas que ainda não a conhecem; que ora pelas pessoas necessitadas de oração; que visita os enfermos, e que desenvolve o trabalho do Senhor, dando continuidade às conversões. Os servos do Senhor são bênçãos onde quer que se encontrem. Eles fazem a diferença. “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na Sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto à corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido” Sl. 1: 1-3.

Graça e Paz!

Comments are closed.