Deus se importa conosco

Deus se importa conosco

Deus se importa com você

“E aconteceu que, ao ser todo o povo batizado, também o foi Jesus; e, estando ele a orar, o céu se abriu.” Lc. 3.21.

Deus nos ama com Amor perseverante e eterno. O Amor de Deus aparece com letra maiúscula, porque esse Amor maravilhoso abrange todas as definições desta palavra. Não há como definir ou medir o tamanho desse Amor. O Amor de Deus é individual e personalizado. Cada pessoa tem a porção que escolhe. Mais santificação, mais oração, mais meditação, mais leitura da Palavra, mais amor ao próximo, isto é crescimento espiritual. Deus é espírito, e importa que seus adoradores O adorem em Espírito e em Verdade (João 4.23).

Jesus nos atrai para Si, para que sintamos o Seu grande Amor para conosco. O Amor de Deus é demonstrado em Seu Filho Jesus. Deus O enviou ao mundo para cumprir Seus planos e oferecer de graça a salvação de todo ser humano que n’Ele crer. A vinda de Jesus não foi um acidente, mas planejada cuidadosamente por Deus no Seu grande Amor para conosco. Jesus nasceu no lugar indicado, no tempo estabelecido, e com um propósito definido.

Jesus foi batizado por João Batista para cumprir todo o plano de Deus para conosco. No batismo podemos ver alguns objetivos: Jesus recebeu o batismo do arrependimento mesmo sendo sem pecado, para se identificar conosco; Jesus era bendito, mas se fez maldição por nós; Ele era inocente, assumiu lugar dos pecadores e deu sua vida por nós. Jesus cumpriu rigorosamente todo o plano de Deus para a salvação de todo aquele que n’Ele crê.

Através do batismo Jesus foi capacitado especialmente para o exercício do ministério. Jesus foi batizado no Jordão, e logo após o batismo o céu se abriu e o Espírito Santo desceu em forma de pomba e O revestiu de poder. Com o batismo com água Ele deu testemunho humano, e com a descida do Espírito Santo de que era divino. Jesus era cem por cento humano e cem por cento divino. Daí o Seu poder intermediário entre Deus e os seres humanos. Ele nos fez saber como seremos no futuro, no porvir. Porque toda alma é imortal, isto é, vive eternamente. Por isso, todos devem ter a preocupação com a eternidade.

O plano de Deus para a salvação de todo aquele que aceita o sacrifício de Cristo na cruz do calvário é perfeito. A salvação é gratuita, mas Deus exige que cada ser humano decida individualmente. A vantagem é que ninguém pode aceitar por outra pessoa. Cada qual é único responsável pela sua alma/espírito. A decisão é individual e personalizada. Perante Deus todas as almas são iguais. O que as diferencia é o grau de espiritualidade de uma pessoa para outra. Uns creem e se dedicam a santificação, outros não creem, muitas vezes zombam do Senhor da Glória ou negam a Sua existência. A oportunidade é a mesma para todos, sem exceção.

Deus na Sua infinita sabedoria, santidade e Amor aprovou as atitudes de Seu Filho Jesus Cristo, e Sua voz ecoou do céu: “Tu és o meu Filho amado, em Ti me comprazo” (Lc.3.22b). Jesus é o deleite do Pai, a expressão de sua completa aprovação. Porque Ele se identificou conosco, n’Ele somos, também, o prazer de Deus. Mas para sermos o prazer de Deus devemos nos santificar, orar, ler a Palavra de Deus, meditar nela, principalmente, tudo isso leva a pessoa a andar nos Seus santos e retos caminhos. Todo aquele que assim procede receberá a grande herança prometida por Jesus, isto é, um lugar na mansão celestial juntamente com Ele e os demais salvos e bem aventurados.

“Pai, a minha vontade é que onde eu estou, estejam também comigo os que me deste, para que vejam a minha glória que me conferiste, porque me amaste antes da fundação do mundo” (João 17.24).

Graça e Paz!

Comments are closed.