Esqueça

Esqueça

Esqueça!Sl. 138

“Render-te-ei graças, Senhor, de todo o meu coração; na presença dos poderosos te cantarei louvores” Sl. 138.1

“As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não tem fim; renovam-se cada manhã. Grande é a Sua fidelidade” Lm. 3.22,23.

Esqueça todo esforço dedicado para chegar sozinho até Deus. Deus não se agrada do que é prometido ou feito pelo ser humano. Quando Jesus se transfigura diante de Pedro, Tiago e João, depois com a presença de Elias e Moisés, Pedro toma a palavra e diz ao Senhor: “… bom é estarmos aqui; se queres, farei aqui três tendas; uma será tua, outra para Moisés, outra para Elias” Mt. 17.4b. Logo em seguida. Uma nuvem levou Elias e Moisés, ficando apenas o Senhor Jesus e os discípulos: Pedro, Tiago e João. O Senhor quis mostrar quão importante é o Seu Reino. Um Reino espiritual, Reino eterno, onde o ser humano não pode construir nada material. O importante é o espiritual. Mas o espiritual só se adquire quando a pessoa se aproxima do Senhor Jesus, e recebe a Sua bênção maravilhosa. O Senhor Jesus está sempre de braços abertos para receber todo àquele que se aproximar d’Ele para recebê-lO como seu único e suficiente Salvador pessoal.

Tudo que o ser humano faz é imperfeito, falho, por ser baseado no mundo material. É praticamente impossível dissociar o material do espiritual. Somente quando o Senhor toca no coração de uma pessoa, e ela aceita o convite do Senhor para fazer parte do Seu rebanho Santo. Deus é Espírito. Importa que Seus adoradores O adorem em Espírito e Verdade (João 4.23). O Senhor nosso Deus nos conhece desde antes da fundação do mundo (Sl. 139.16 – “Os teus olhos me viram a substância ainda informe, e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nem um deles havia ainda”).

O plano de Deus para com o ser humano é tão profundo, que dificilmente, a pessoa entende. Muitas pessoas fazem promessas para conseguir algo de Deus, mas é tudo cilada do inimigo das almas imortais. Tudo o que o ser humano apresenta a Deus não é puro, nem verdadeiro, não é honesto. Sempre há uma pontinha de querer levar vantagem em alguma coisa, ou de certa forma passar Deus para trás. Quando alguém faz uma promessa a Deus, primeiro ele quer receber a bênção, depois tentará cumprir o prometido. Ele trata com Deus como se ele decidisse sobre isso ou aquilo. É apenas um negócio. Isto insulta a Deus. O ser humano não tem nada que possa oferecer a Deus, porque Deus só Se agrada de algo espiritual e realizado dentro da fidelidade, do amor, da santificação. O Senhor Deus exige que sejamos santos, porque Ele é Santo: “… Sede santos, porque eu sou santo” 1 Pedro 1. 16b.

O maior esforço ou sacrifício humano não compra a amizade de Deus, nem uma só de Suas bênçãos. Deus é maravilhoso, grandioso, amoroso. Ele estende a mão a cada pessoa que o busca, que quer caminhar com Ele. Mas Ele nos dá o livre arbítrio para que cada um tome a sua decisão, e dedique o melhor de si. Isto é, escolha o Senhor Jesus para ser seu único e suficiente Salvador pessoal. A escolha é individual e personalizada.

A Palavra de Deus nos orienta em tudo de bom que precisamos para ter comunhão com o nosso Deus. Somente Deus é terno, Amor, Bondade, Fidelidade. Tudo o que Ele permitiu que aos profetas e aos escritores bíblicos escrevessem a Seu respeito e Seu querer para com o ser humano, é sempre atualíssimo. (Is. 1.19). Deus quer o melhor a cada ser humano indistintamente, basta que a pessoa queira caminhar com Ele pelas sendas da vida. E no futuro habitar a mansão celestial que o Senhor Jesus foi preparar (João 14.2). Jeremias lamentou as tragédias e provações em sua vida, e na vida do seu povo. Mas, ele não pode fazer nada para evitar os acontecimentos. Esqueça os sacrifícios, as promessas individuais, e aceite o sacrifício do Senhor Jesus Cristo na cruz do calvário. Através do Seu sacrifício e ressurreição Ele nos oferece gratuitamente a salvação de nossas almas imortais.

“Sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo (corpo) se desfizer, temos da parte de Deus um edifício, casa não feita por mãos, eterna, nos céus. E, por isso, neste tabernáculo, gememos, aspirando por sermos revestidos da nossa habitação celestial” 2 Co. 5.1,2.

“Mas a misericórdia do Senhor é de eternidade a eternidade sobre os que O temem, e a Sua justiça, sobre os filhos dos filhos” Sl. 103.17.

Graça e Paz!

Comments are closed.