Jesus anda por sobre o mar

Jesus anda por sobre o mar

Jesus anda por sobre o mar 1João 6.16-21.

“Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há salvador” Is. 43.11.

Ao entardecer os discípulos de Jesus desceram para o mar, e tomaram um barco para passarem do outro lado, rumo a Cafarnaum. Jesus não estava com eles, porque subiu ao monte, a fim de orar sozinho. Quando estavam longe, vinte e cinco a trinta estádios, e já estava escuro, as águas começaram a agitar-se cada vez mais forte, e um vento amedrontador começara a trazer medo aos discípulos de Jesus. Havia muita insegurança, porque Jesus não estava com eles no barco. Ao longe, os discípulos avistaram um vulto que vinha em direção ao barco, e ficaram atemorizados, porque acreditaram tratar-se de um fantasma. Não reconheceram a figura de Jesus, apenas viram um vulto. Mas Jesus lhes disse: “Sou eu. Não temais!” v. 20. Eles de bom grado receberam a Jesus no barco, e logo chegaram ao seu destino. As pessoas ficam amedrontadas por qualquer acontecimento que foge ao seu controle, porque lhes faltam segurança espiritual, e a presença marcante de Jesus em suas vidas. As pessoas se apegam as mais variadas coisas ou objetos para se agarrarem, mas isto não satisfaz.

Quantas vezes as pessoas se apegam a alguma coisa ou objeto feito pela mão humana e creem no objeto como se fosse um deus. Sempre ficam decepcionadas, porque tudo que é feito pela mão humana é imperfeito, falho e decepcionante. Tudo que é feito pela mão humana é menor que o ser que o construiu ou o fez. Somente Jesus que foi ao encontro dos discípulos, e subiu no barco para acalmá-los, é real. Jesus é vivo, e, assim, é um Ser; portanto, Ele pode agir, reagir, e fazer maravilhas.

O mar simboliza a vida agitada de cada ser humano, cheia de altos e baixos. No decorrer da vida aparecem tantos imprevistos que é muito difícil a pessoa caminhar sozinha. O ser humano foi criado para ser dependente do seu Criador. Deus ama a Sua criação, e tem planos maravilhosos para oferecer a todo aquele que humildemente volta-se a Ele, entrega a Sua vida nas mãos d’Ele. Deus enviou Jesus Cristo para realizar a obra da Redenção. Nós vivemos na época da graça, porque Jesus oferece a salvação de graça a todo aquele que quiser ser salvo. A oportunidade nos é dada aqui, enquanto estamos vivendo, depois não haverá outra chance.

Jesus anda sobre o mar da vida. Quando tudo parece perdido, o medo se apodera da pessoa, ela vê a Jesus como um fantasma ao longe se aproximando. Cabe a cada pessoa se manifestar, e querer que Jesus entre no seu barco (vida) e dissipe todo o medo, treva, temor, e receba-O com alegria. Jesus está sempre perto para resolver todo e qualquer problema, quer seja fácil, quer seja difícil. Para Jesus não há impossíveis, tudo e todos estão ao Seu alcance. O nosso barquinho (vida) é frágil, nós somos medrosos, não temos confiança em nós mesmos o suficiente para enfrentarmos as tempestades da vida. Mas temos a Fortaleza que é o Senhor Jesus para nos dirigir, nos comandar, nos cuidar como se fôssemos pequenos seres indefesos, a pedir ao Senhor para nos abrigar de todo o mal. “Não temas, ó bichinho de Jacó, povozinho de Israel; eu te ajudo, diz o Senhor, e o teu redentor é o Santo de Israel” Isaías 41.14. Santo de Israel – Jesus Cristo. (… povozinho de Israel – pessoas que aceitaram o Senhor Jesus como o seu único e suficiente Salvador pessoal).

O Senhor Deus nos diz: “Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo não te queimarás, nem a chama arderá em ti” Is. 43.2.

“Cantai ao Senhor um cântico novo, e o seu louvor desde o fim da terra: vós que navegais pelo mar, e tudo quanto há nele; vós, ilhas, e seus habitantes” Isaías 42.10.

“Então, me mostrou o rio da água da vida, brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro” Apoc. 22.1.

Graça e Paz!

Comments are closed.