Justiça divina

Justiça divina

“Deus exige justiça e não sacrifícios” Amós 5.21.    09/02/16

Vez ou outra ouvimos  relatos de pessoas que fazem sacrifícios para agradar a Deus. Mas não param para pensar que Deus é Espírito, e só se consegue agradar a Ele com atitudes espirituais, como: orações, meditações, leitura bíblica, crescimento espiritual. Nada que é feito pelas mãos humanas agradam a Deus. Porque tudo que parte do ser humano é falho, insignificante diante d’Ele. Errado uma pessoa se dirigir a Deus como se ela determinasse ou exigisse isso ou aquilo. Deus é Supremo em tudo e por tudo. Por isso a pessoa deve se aproximar d’Ele com toda humildade e reverência, com coração contrito e espírito quebrantado. “Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus! Sl. 51.17. Deus sabe com antecedência tudo o que a pessoa precisa ou vai pedir. Assim é como diz o Salmo  40.1.

É muito comum uma pessoa tratar com Deus como se Ele fosse humano e falho também, ou como se Deus estivesse a sua disposição para atender as suas necessidades. A pessoa promete fazer algo ao Senhor em retribuição a algum pedido que ela faz com antecedência, como se o Senhor fosse negociante de bênçãos, de milagres, de curas, de livramentos ou qualquer outra promessa. Sempre o que é prometido, é  algo que a pessoa determina e algo sem valor algum na presença de Deus, como por exemplo: deixar de comer doces por um ano ou dois. Qual é o valor espiritual contido nessa promessa? Ou deixar de cortar os cabelos por dois ou três anos. O que há de vantagem aí? E assim ocorre com uma infinidade de promessas inócuas, vazias, sem conteúdo nenhum espiritual. O determinante é sempre a pessoa, contudo, não é por aí. Deus é superior a tudo e a todos. A Sua vontade é suprema e única.

O Senhor Deus exige justiça e não sacrifícios (Amós 5.1). A pessoa deve primar sempre para a justiça em todos os setores de sua vida. Onde quer que esteja ou qualquer momento de sua vida, a justiça deve imperar. Desde a atitude mais simples, a justiça deve estar sempre presente. Deve conhecer a Palavra de Deus e a meditação para o seu crescimento espiritual. Com o crescimento espiritual a pessoa  viverá a justiça. A Palavra de Deus nos oferece o manual que nos orienta em tudo que necessitamos para uma vida feliz, tranquila, prazerosa espiritualmente.

A justiça é algo maravilhoso na vida de uma pessoa. Onde quer que ela esteja ela praticará a justiça. O conhecedor da justiça divina teme ao Senhor e vive corretamente. Todos ao seu derredor se beneficiam dessa aplicação, e confiam nessa pessoa como sendo uma pessoa digna de crédito, de respeito e de responsabilidade. Essa pessoa é de um valor inestimável. Além de, ela ser uma bênção onde quer que esteja, ela tem a paz de Jesus Cristo que enche o seu coração e lhe garante a vida eterna juntamente com Ele e os demais salvos por Ele.

É muito triste ver uma pessoa que torce ou mata a justiça, passa por cima da verdade para agradar a esse ou aquele. Que se vende para ganhar um dinheiro a mais ou mente, deturpando totalmente a justiça. Muitas pessoas têm atitudes gritantes frente à justiça. Tomam atitudes que desmerecem até o seu valor como seres humanos. Essas pessoas são muito infelizes, porque não conseguem agradar ninguém com suas atitudes vis, desonestas, corruptas. As suas consciências estão cauterizadas, o inimigo das almas imortais tomou conta delas, por isso as pessoas não sentem remorsos em desviar dinheiro, desviar a verdade, ganhar dinheiro fraudulentamente, mentir, condenar inocentes, enfim, essas pessoas são de nenhum valor, muitas vezes são dignas de piedade.

O Senhor Jesus não tem por inocente a pessoa que assim procede. Há um momento na vida da pessoa que tudo isso pesa, e pesa muito, e a pessoa não encontra lugar para o arrependimento. O futuro dessa pessoa é tenebroso, sem rumo certo para o porvir, enfim, cada pessoa prepara o seu futuro. A preocupação deve ser de todas as pessoas. Para Deus não há acepção de pessoas, todas são iguais perante Ele. O convite para a salvação é oferecido a todos, mas a decisão é individual e personalizada. Graças a Deus por isso. “O efeito da justiça será paz, e o fruto da justiça, repouso e segurança, para sempre” Is. 32.17.

“O Senhor te guiará continuamente, fartará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam” Is. 58.11.

Graça e Paz

Comments are closed.