Nada e tudo

Nada e tudo

 

“Como saiu do ventre de sua mãe, assim nu voltará, indo-se como veio; e do seu trabalho nada poderá levar consigo” Ec. 5.15.

É uma ilusão que acompanha o ser humano no decorrer da vida, a de ser superior aos outros, ter maior valor, ser mais poderoso, mais, mais e mais. Mas a realidade é outra. A pessoa nasce sem possuir nada, sem condições nenhuma de sobrevivência sozinha, contudo, ela não leva em consideração tudo isso. Depois de adultos querem tudo. Mas tudo material. O espiritual fica em último plano ou para muitos nada existe. Nada satisfaz o egoísmo humano. Direciona todos os seus esforços para obtenção de mais ganhos, de ser grande na sociedade em que vive e participa. Quando atinge o auge dos seus planos, ele ainda nota que falta muita coisa para atingir o ápice de sua vida. Esse ápice é inatingível.

O que falta na vida do ser humano é a vontade de buscar a Deus em Espírito e Verdade. Se desde a mais tenra idade, ele tivesse os ensinamentos da Palavra de Deus, tudo seria diferente. Cresceria amando o seu Criador, e cresceria no Seu conhecimento. A Palavra de Deus é o manual de Deus para orientar a pessoa no caminho certo que deve seguir todos os dias de sua vida. Nela a pessoa encontra resposta para todas as dúvidas que geralmente a pessoa tem. Desde a pergunta de onde eu vim até a para onde vou? Todo trajeto está delineado na Palavra de Deus. Além das respostas às dúvidas difíceis até a segurança no caminhar do dia a dia. O valor da cultura espiritual é indescritível e inestimável. A paz e o bem estar que a pessoa desfruta são muito grandes, muito prazerosos.

Há uma diferença enorme, ou seja, são dois extremos. A cultura material que se aprende desde o dia do nascimento, transmitida pelos pais, irmãos, família, escola, vivência diária, é muito falha, incompleta, mutilada. Por mais culta que uma pessoa seja, ela tem essa falha. Já a cultura espiritual oferece à pessoa oportunidade de crescimento espiritual, amor, bondade, compreensão, honestidade, estabilidade, fidelidade… Essa cultura aumenta consideravelmente à medida que a pessoa se aproxima mais de Deus. Deus é todo Sabedoria. Muitas vezes, pessoa com pouquíssima cultura material ou semi-analfabeta, possui uma cultura espiritual invejável.

Em 2 Reis 2.9-14 –Estes versículos nos mostram que o profeta Elias foi transladado para o céu numa carruagem de fogo, com cavalos de fogo. Elias subiu ao céu num redemoinho. O Senhor Deus o tomou para si. Eliseu que o acompanhava ficara sozinho. Elias deixara cair a sua capa para que Eliseu a tomasse para si. A capa representava a única coisa material que Elias possuía. Ele não levara nada consigo mesmo, apenas o que acumulara espiritualmente. A capa ficara para Eliseu para que a usasse quando necessário. Também representava o que é material fica aqui, não sobe para o céu. Eliseu usou essa capa todas as vezes que fora necessário. Eliseu foi um grande profeta do Senhor.

O espírito é igual para todos. Crescimento espiritual é individual, e personalizado. Deus permite que cada pessoa tome a sua decisão. Ele não força ninguém, mas abençoa muitíssimo àquele que quiser aceitá-lO. Deus deixa livre a decisão de quem quer que seja. Ele não faz acepção de pessoas, todos são iguais perante Ele. Quando uma pessoa nos diz que não crê, ou que Deus não existe, não muda nada perante Deus. Deus é soberano em tudo e por tudo. O ser humano é um ser inteligente para tomar a decisão correta. A única oportunidade é aqui e agora. Porque depois que a pessoa partir para a eternidade, não haverá mais oportunidade. Acabou. Cada um vai desfrutar daquilo que preparou aqui.

“Semeia pela manhã a tua semente e a tarde não repouses a mão, porque não sabes qual prosperará; se esta, se aquela ou se ambas igualmente serão boas” Ec. 11.6.

 

Graça e Paz!

Comments are closed.