O batismo de Jesus

O batismo de Jesus

radar 2Jo. 1-32-51.

João Batista veio ao mundo com a incumbência de falar a respeito da chegada do Reino de Deus, preparar o caminho para o Senhor Jesus. Ele batizava com água para arrependimento dos pecados. Levava a Palavra de Deus àqueles que não a conheciam, mas que a aceitavam de bom grado. Em Isaías 40.3 há referência a João: “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; endireitai no ermo vereda a nosso Deus”. No Antigo Testamento Deus já se referira a João Batista como sendo o precursor da vinda do Senhor Jesus.  João diz que não conhecia aquele que o enviou a batizar com água, e disse: “Aquele sobre quem vires descer e pousar o Espírito, esse é o que batiza com o Espírito Santo” v. 33.

Somente Deus pode batizar com o Espírito Santo. O batismo com o Espírito Santo acontece quando uma pessoa aceita o Senhor Jesus como o seu único e suficiente Salvador e Senhor pessoal. A partir do momento que a pessoa reconhece que sozinha não pode se achegar a Deus, e que precisa da ajuda do Senhor Jesus para realizar esse desejo, o Senhor Jesus pega-lhe pela mão e o conduz pelas sendas da vida, e no porvir para a mansão celestial, juntamente com Ele e com os demais salvos.

João Batista desenvolveu o ministério do batismo com água, e a pregação da Palavra de Deus, para que as pessoas se arrependessem de seus pecados, e ficassem preparadas para quando o Senhor Jesus viesse e começasse o Seu ministério. Jesus foi batizado com água por João Batista, e em seguida, uma voz do céu disse: “Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo” Mt. 3.17. Depois de ser batizado com água, e com o Espírito Santo de Deus, Jesus inicia a escolha de seus apóstolos, André, Simão, que teve o seu nome trocado por Cefas (que quer dizer Pedro), Filipe, Natanael e os demais.

As Igrejas cristãs batizam as pessoas para que façam parte do seu rol de membros, e tenham as bênçãos que o Senhor tem preparado para todo aquele que n’Ele crê. Há também a profissão de fé, que as pessoas fazem para testemunhar publicamente a sua fé no Senhor Jesus, e a sua salvação que recebeu de graça do Senhor. ”Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus” Mt. 10.32.

“Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus O ressuscitou dentre os mortos, serás salvo” Rm. 109.

“Aquele que confessar que Jesus é o Filho de Deus. Deus permanece nele, e ele, em Deus” 1 João 4.15.

“O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do livro da vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos” Ap. 3.5.

Graça e Paz!

Comments are closed.