O novo mandamento

O novo mandamento

O novo mandamento 1João 13.31-38

“Filhinhos, ainda por um pouco estou convosco; buscar-me-eis, e o que eu disse aos judeus também agora vos digo a vós outros; para onde eu vou, vós não podeis ir” v. 33.

Jesus orienta Seus discípulos a respeito do tempo vindouro. Esclarece-lhes que para onde Ele iria logo mais, eles não poderiam ir ao mesmo momento, mas que eles iriam mais tarde. Jesus prometeu ir e preparar lugar para eles e para nós (João 14.3).  Jesus é o Caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vai ao Pai senão por Ele (Jo. 14.6). Jesus caminhava com Seus discípulos, e ensinava-lhes a Sua Palavra, para que aprendessem e a colocassem em prática em suas vidas.

Jesus disse: “Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros” v. 34. Jesus nos transmitiu a necessidade de amar uns aos outros como Ele nos amou primeiro, mas dificilmente as pessoas aplicam esse mandamento. Porque, quando uma pessoa aplica o amor de Deus em sua vida, geralmente aquele que recebe este amor, ao invés, de retribuir também com o amor de Deus, acontece o contrário, a pessoa procura extorquir o próximo. Então é muito difícil viver este mandamento, mas não é impossível. Devemos aplicá-lo sempre que pudermos.

Este mandamento é dado a todas as pessoas, e não somente a algumas. Todos devem viver este mandamento. Amar uns aos outros como Jesus nos amou primeiro “Nós O amamos porque Ele nos amou primeiro” 1 João 4.19. Se todas as pessoas vivessem esse mandamento, o mundo seria totalmente diferente. Pelo menos deveria haver a vivência desse amor entre os irmãos na fé, mas não percebemos isso. Quantas vezes notamos um sentimento de inveja, querer mal, indelicadeza, enfim, a não vivência do mandamento de Jesus.

Simão Pedro perguntou a Jesus: “Senhor, para onde vais? Respondeu Jesus: Para onde eu vou, não me podes seguir agora; mais tarde, porém, me seguirás” v. 37. Pedro não havia entendido que o Senhor falava de Sua partida que estava próxima. Que Ele (Jesus) daria a Sua vida para resgate de muitas outras vidas. Mas que os Seus discípulos iriam depois, na hora certa, no momento escolhido por Deus. E que Ele (Jesus) iria preparar lugar para todos os discípulos e para todos quantos aceitaram o Seu sacrifício na cruz do calvário. Jesus ressuscitou e foi preparar lugar para levar todos os Seus salvos e bem-aventurados. Jesus voltará para buscar os Seus “… Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como o vistes subir” Atos 1.11b.

“Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até no ocidente, assim há de ser a vinda do Filho do homem” Mt. 24.27

Comments are closed.