Olhai os lírios do campo…

Olhai os lírios do campo…

lírios“Olhai para os lírios do campo, como eles crescem: não trabalham nem fiam…” Mt. 6.28.

O lírio é uma flor muito delicada, de pouca duração. Foi citada por Jesus como a flor mais delicada e linda, comparando-a com Salomão que com toda a sua glória e riquezas não se vestiu como esta flor. Esta flor é linda, pura, encanta, embeleza o ambiente, fala ao coração e transmite algo de muito bom.

A flor é vestida por Deus, daí a sua beleza sem igual, enquanto que Salomão por mais que caprichasse em suas vestes, eram feitas por mãos humanas. O que é feito por humano é imperfeito, sem um acabamento impecável, sempre aparece  algum defeito, algum detalhe que não cai bem, algo que contraria o considerado correto, de boa apresentação.

Quando Jesus faz a comparação, Ele destaca a grande preocupação humana com as coisas materiais, sempre  querendo mais, não há um limite, uma satisfação, um agradecimento. A flor é linda como um todo, tem apenas aquela veste, dura pouco, mas encanta. Na comparação entre Salomão e a flor, Jesus apresentou a necessidade de se crer n’Ele. Ele é único, suficiente, na vida de uma pessoa. A pessoa que se veste espiritualmente com a túnica branca resplandecente de Jesus está salva, está linda para Jesus. Não importa se a vida é curta como a do lírio, o que importa é que ele está com a mais bela roupa que se pode ter. No monte da transfiguração (Mt 17.2) Jesus mostrou-se vestido com uma túnica branca resplandecente  como a alva lã. Podemos dizer que Ele é o lírio, Ele é a flor mais pura, mais linda, mais doce que existe. Jesus é único, assim como o lírio tem uma única veste, nós temos um único caminho – JESUS.

Comments are closed.