Salmo 23 – um Salmo de Davi

Salmo 23 – um Salmo de Davi

bom pastorEste Salmo é considerado como o Salmo do Bom Pastor. A melhor definição da palavra pastor é a daquele que dá de comer. A função do pastor era guiar, cuidar das ovelhas, sem permitir que ninguém as maltratasse, nem animal algum as devorasse. Era uma função muito comum na Palestina, na época que o Salmo foi escrito.

O salmista usou a figura do pastor da época para caracterizar Deus como o Bom Pastor. Deus é o nosso Bom Pastor. É Ele quem cuida, alimenta, guarda e desvia o mal. O Bom Pastor não deixará faltar nada espiritual aos seus, Ele tem tudo, é rico, forte, zeloso, bom, e conhece todas as necessidades de suas ovelhas de modo que Ele mesmo sabe o que convém a cada uma. O Bom Pastor faz as suas ovelhas repousarem tranquilas. Um rebanho tem duas exigências diárias: alimentação adequada e águas sadias. O salmista assegura que Deus nos fornece isso.

Os pastos verdes são as bênçãos dEle para seus fiéis. Os fiéis repousam tranquilos, sem medo  e sem pânico. Repousam nos cuidados de seu Pai e Amigo. Quanto as pastagens diárias: a família, a Igreja, a leitura da Palavra, a fé, a meditação, a oração, as amizades dos irmãos em crença e os privilégios de crescimento em graça. O Bom Pastor  não permite que as ovelhas errem os caminhos, que fiquem doentes e magras, mas Ele disciplina amorosamente pela experiência de suas vidas. O Bom Pastor está com seu rebanho nas passagens difíceis durante a vida, como: tristezas, decepções, aflições, desapontamentos, enfermidades e agonias, sempre cuidando. A presença do Bom Pastor dá coragem ao seu rebanho, tira o medo, anula as superstições grosseiras, desfaz os receios de fantasmas e de ilusões. É um fato consolador. O pastor oriental levava o rebanho onde havia  farta alimentação. O Bom Pastor também realiza isso com seu rebanho. Pouco importa que inimigos invisíveis cerquem o rebanho. O Senhor está presente. O banquete santo da Redenção e da Graça está protegido pela Providência Divina.  Os pastores orientais costumavam, à tarde, depois de regressar ao redil com o rebanho, examinar as ovelhas, cuidando se alguma estivesse machucada. Ele a curava, pondo-lhe azeite nas feridas, atava-a depois e a fazia descansar. Assim Deus faz conosco na vida espiritual, purificando-nos diariamente com sua Palavra e disciplina, curando-nos com Seu Perdão. O Salmista diz: “Habitarei na casa do Senhor para todo o sempre” 

É noite e é hora de repouso. O pastor oriental cumpriu sua tarefa e o rebanho dorme e repousa tranquilo. O salmista põe nos corações dos fiéis o pensamento da gratidão, de fé e alegria pelas constantes bênçãos da misericórdia divina outorgada. O resultado de tudo é a tranquilidade de consciência do fiel, a certeza de ser protegido por Deus e guardado eternamente por sua bondade.

One thought on “Salmo 23 – um Salmo de Davi

Comments are closed.

Comments are closed.