Browsed by
Tag: Antigo Testamento

Criador e Redentor

Criador e Redentor

“Virá o Redentor a Sião e aos de Jacó que se convertam, diz o Senhor” Is. 59.20.

Deus é Criador de tudo e de todos. Deus criou o ser humano para viver no paraíso e na presença d’Ele, mas desobedeceu a vontade de Deus, e foi expulso de um lugar maravilhoso criado única e exclusivamente para ele. Não valorizou o amor que Deus dedicou a ele. Com a expulsão do ser humano do paraíso, aconteceu a separação entre Deus e o homem. Essa separação tem como consequência os mais variados tipos de problemas presentes na vida de uma pessoa. Deus preparou um antídoto a essa desobediência e separação. Deus preparou um Redentor (aquele que redime), Jesus Cristo. Desde o princípio Jesus Cristo foi anunciado, e no tempo previsto por Deus, Ele veio em forma humana e realizou tudo o que fora predito pelos Profetas. Jesus Cristo é redentor. Redentor é aquele que resgata uma dívida de alguém.

Resgatar uma dívida de alguém é pagar o que a pessoa deve, e livrá-la daquele compromisso. Consta no Antigo Testamento a lei do resgate. Se alguma pessoa contraísse uma dívida, e não tivesse como saudá-la, e perdesse seus bens ou terras, uma pessoa da família deveria fazê-lo.   Era uma lei ou obrigação não permitir que um parente sofresse as consequências de uma dívida. Há o relato acontecido com Noemi no livro de Rute. Noemi partira com o marido Elimeleque e os dois filhos, abandonando suas terras, e foram para um lugar distante. Os anos se passaram e Elimeleque morreu. Anos depois os dois filhos também morreram. Noemi ficara sozinha e desamparada, então, resolvera retornar à sua terra natal, e uma de suas noras, Rute a acompanhara. Noemi voltara sem condições de se manter financeiramente, mas há um parente que se torna o seu resgatador, Boaz. Boaz resgata as terras herança de Elimeleque. Boaz não só resgata as terras como também cumpre outra lei que era suscitar herdeiro ao falecido, daí o casamento de Boaz com Rute, nora de Noemi. O herdeiro do falecido Elimeleque fora Obede, filho de Boaz com Rute, Obede foi avô de Davi.

Jesus Cristo é o Redentor, aquele que resgata qualquer dívida espiritual, por maior que ela seja, isto é, o pecado, Ele resgata o ser humano. Ele já pagou a dívida de todo aquele que n’Ele crê. O resgate é total: Ele cura as enfermidades da alma, endireita os caminhos, oferece alegria e bem-estar ao deprimido…  “Amaste a justiça e odiaste a iniqüidade; por isso, Deus, o teu Deus, te ungiu com o óleo de alegria como a nenhum dos teus companheiros” Hb. 1.9.  Ele unge aos Seus com o “… óleo de alegria, em vez de pranto, vestes de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor para sua glória” Is. 61.3b.

A dívida que o ser humano tem com Deus é o seu desvio da Palavra de Deus, da ordem de Deus. Deus quer o ser humano seja íntegro, santo como Ele é santo. Cabe ao ser humano buscar cada vez mais a proximidade com Deus, e andar em Seus caminhos. Jesus Cristo oferece gratuitamente o resgate da dívida de cada um para com Deus. Jesus Cristo oferece o passaporte para a vida eterna juntamente com Ele e os demais salvos por Ele. I Pedro 1.16 – “Sede santos, porque eu sou santo”.  Lv. 11.45b – “… portanto, vós sereis santos, porque eu sou santo”. Lv. 19.2 – “… Santos sereis, porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo”.

“Porque derramarei água sobre o sedento e torrentes, sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito, sobre a tua posteridade e a minha bênção, sobre os teus descendentes” Isaías 44.3.

Uma única decisão com repercussões extraordinárias

Uma única decisão com repercussões extraordinárias

Rute e Noemi 8

A Bíblia nos ensina quão importante é uma decisão certa. Através dela conseguimos resultado, que muitas vezes vamos usufruir para a vida toda. Por pequena que seja uma decisão certa, ela produzirá um resultado profícuo. Por isso, as decisões devem sempre ser pensadas e repensadas. Muitas vezes não há retorno. A responsabilidade de cada um é individual e personalizada. O Senhor Deus deixa muito claro em Sua Palavra. Cabe a cada um de nós a decisão correta e sábia.

No livro de Rute (Antigo Testamento) encontramos uma preciosa decisão. Rute de livre e espontânea vontade toma a decisão de se tornar uma judia espiritual, isto é, ela toma a decisão de fazer parte do povo de Deus. A decisão de Rute ocorre quando Noemi, sua sogra, retorna de um país distante do seu de origem, onde morrera seu marido (Elimeleque) e os dois filhos (Malom e Quiliom).  Malom fora marido de Rute. Noemi e as duas noras estão de volta à sua terra natal, onde estava o seu povo. Quando Noemi se aproxima do povo de Rute e de Orfa, ela quer despedi-las para que voltem às casas paternas. Orfa se despede de Noemi e volta para casa dos pais. Porém, Rute se apega a Noemi e se recusa retornar a casa materna (ou a seu povo).

Ai ocorre a sua decisão pequena, mas importantíssima. Ela não tinha idéia da grandiosidade e importância de sua decisão. Simplesmente, o seu coração falou alto e tomou a decisão correta. Disse, porém, Rute: “Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu, o teu povo é o meu povo, o teu  Deus é o meu Deus” Rt. 1.16. Rute com sua decisão tão pequena, mas muito grande na presença do Deus Altíssimo, teve toda a sua vida mudada.

Rute acompanhou Noemi no retorno ao seu povo (em Belém). Lá procurou ajudar Noemi em tudo que necessitava. Rute foi uma bênção para Noemi. Noemi se considerava uma viúva desamparada, triste, sem um futuro previsível, mas o Senhor Deus guiou os seus passos, e preparou-lhe uma vida digna, tranqüila. O Senhor também preparou para Rute um novo casamento com uma acolhedora, admirável pessoa – Boaz. O Senhor Deus ofereceu a ambas uma vida tranquila, mudou-lhes totalmente a sorte, além de um belo descendente para alegrar-lhes a vida. Noemi voltou a ter uma bela família, com sua nora, genro e neto. O seu neto se chamou Obede. Ele gerou a Jessé, e Jessé gerou a Davi, da linhagem de Jesus.

Com uma pequena, mas valiosa decisão Rute entrou para a linhagem de Jesus Cristo. O nosso Deus é tão maravilhoso que das pequenas e sinceras decisões transforma o pouco em muito. Deus sempre dá o melhor para as nossas vidas. Essas pequenas grandes decisões são aquelas que nos trazem paz, alegria, confiança espiritual. Rute é um exemplo para nós, e digna de ser observada na sua decisão de seguir somente o Deus Vivo e Verdadeiro. A sua decisão foi maravilhosa, enquanto que a sua cunhada Orfa não se teve mais notícias. As bênçãos virão depois de cada pequena grande decisão.

“Não há santo como o Senhor; porque não há outro além de ti; e Rocha não há, nenhuma” 1 Sm. 2.2.

Graça e Paz!

Clarão no céu

Clarão no céu

Clarão no céu 1“Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até no ocidente, assim há de ser a vinda do Filho do homem” Mt. 24.27.

“… foi Jesus elevado às alturas, à vista deles (discípulos), e uma nuvem O encobriu dos seus olhos. E, estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto Jesus subia, eis que dois varões vestidos de branco se puseram ao lado deles e lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como O vistes subir” Atos 1.9-11.

Um clarão diferente, muito grande, muito brilhoso, e que todo ser humano verá. É a volta do Senhor Jesus como está escrito. Desde a primeira página da Bíblia até a última trata da vinda do Messias. No Velho Testamento a referência era que Ele viria e desenvolveria um grande e profícuo ministério. Tudo isso foi confirmado com a Sua vinda. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” João 1.1. Jesus é o Verbo de Deus. (Verbo = a sabedoria eterna, expressão de Deus).

No início era o plano de Deus para o ser humano. No decorrer do tempo Ele realizou o Seu plano através dos servos  profetas. Eles recebiam as mensagens de Deus e as transmitiam ao povo, e as escreviam também, dando origem ao Velho Testamento. Os profetas eram homens escolhidos e preparados por Deus para a transmissão da mensagem divina. Embora existissem os falsos profetas, os que eram do Senhor Deus eram pessoas rigorosamente separadas para o serviço do Senhor.

No tempo determinado por Deus nasceu o Senhor Jesus (que era o Verbo de Deus), e começou uma nova era. O Senhor Jesus realizou o sonho de Deus, que é oferecer de graça a salvação a toda alma imortal. A salvação é para todo aquele que entregar a sua vida ao Senhor Jesus Cristo. Essa entrega é individual e personalizada. Não há como uma pessoa crer por outra ou tomar decisão no lugar de outra.

O Senhor Jesus voltará como está prometido. Encontramos muitas passagens bíblicas que tratam da volta do Senhor Jesus. Ele voltará com poder e grande glória: “Então, se verá o Filho do homem vindo numa nuvem, com poder e grande glória” Lc. 21.27. Jesus não será mais aquele que andou humildemente entre os homens, convidando-os a segui-lo. Mas virá como Rei, com poder e grande glória. Todo aquele que foi salvo pelo sangue de Jesus irá com Ele, e os que agirem contrário, apenas observarão como os salvos irão com Ele para a glória eterna.

 “… a fim de que seja o vosso coração confirmado em santidade, isento de culpa, na presença de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus, com todos os seus santos” 1 Ts. 3.13.

“O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” 1 Ts. 5.23.

“Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda” 2 Tm. 4.8.

Graça e Paz!