Browsed by
Tag: conversão

A grandiosa solução: A ressurreição de Jesus Cristo

A grandiosa solução: A ressurreição de Jesus Cristo

Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie” (Ef 2.8-9).

Ressurreição 2Desde os primórdios da civilização quando o ser humano pecou, desobedeceu  a ordem do Senhor Deus, e foi ao encontro do pecado, daí resultou a morte espiritual, em conseqüência a morte física, e a vida sem esperança. O pecado entrou no mundo através de um homem, e o resultado atingiu todos os seres humanos. Todos morrem sem exceção. O sofrimento veio em  todas as áreas da vida. O ser humano desfez o plano de Deus para viver uma vida de pecado, de desobediência, de sofrimento, enfermidades, e muitos revezes que acontecem no decorrer da vida.

Mas a promessa de Deus foi cumprida. Ele enviou Jesus Cristo, Seu Filho Unigênito, para que cumprisse tudo o que fora dito pelos profetas do Senhor Deus, e morresse na cruz do calvário, derramando o Seu precioso sangue, para que olhássemos para Ele e sentíssemos que aquele lugar era de cada um de nós. Jesus ressuscitou ao terceiro dia após a sua morte. Mostrou-nos que Ele é o Salvador de todo aquele que n’Ele crê. Ele morreu e ressuscitou, venceu a morte e nos mostrou que se O recebermos como nosso único e suficiente Salvador pessoal, também ressuscitaremos como Ele ressuscitou e viveremos  eternamente junto a Deus Pai.

Jesus Cristo é o próprio Deus que reconcilia o ser humano com Ele, e lhe oferece  a oportunidade de volta ao paraíso celeste, como era no princípio.  Mas Deus quer que cada pessoa tome a sua decisão individualmente, de livre e espontânea vontade. O Senhor Deus oferece a todos a mesma oportunidade, sem acepção de pessoas. O Apocalipse nos mostra a maravilha que é o Paraíso Celeste. “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá” (Jo 11.25).

A vida de quem recebe o Senhor Jesus como seu Salvador pessoal, muda totalmente. A pessoa começa receber as bênçãos prometidas por Ele. A paz que somente Jesus pode dar (João 14.27). E no porvir a vida eterna no paraíso celeste. Quando Jesus subiu ao monte da transfiguração com Pedro, Tiago e João, transfigurou-Se  diante deles, para mostrar como era um pouquinho de Sua glória, trouxe também Elias e Moisés para falar com Ele (somente com Ele – Jesus). Elias e Moisés já estavam na glória há muitos e muitos anos. Ali, Jesus mostra a maravilha da ressurreição.  Mt. 17.1-8. Embora, haja muitos problemas, dificuldades e sofrimentos, tudo fica mais leve, mais compreensível quando o Senhor caminha conosco. Não há promessa de um mar de rosas na vida de uma pessoa, mas há promessa da companhia e dos cuidados  contínuos do Senhor Jesus.

A ressurreição de Jesus Cristo oferece uma vida abundante de bênçãos, confiança no futuro, sem medo do que possa acontecer, porque o Senhor está com a pessoa. Uma vida cheia de esperança, porque a pessoa pode fazer planos para o futuro, ter a certeza de que não está sozinha, mas com uma ótima companhia. Quando recebemos o dom da vida espiritual, somos postos em liberdade (João 8.32). O Senhor Deus oferece a passagem gratuita de volta ao lar celestial. Basta procurá-la com o Senhor Jesus Cristo, Ele já pagou por ela na cruz do calvário.

Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” (Jo. 10.10).

Graça e Paz!

… e o vosso pecado vos há de achar…

… e o vosso pecado vos há de achar…

... e o vosso pecado vos há de achar

“Porém, se não fizerdes assim, eis que pecastes contra o Senhor; e sabei que o vosso pecado vos há de achar” Nm. 32.23.

Sábio é aquele que aproveita a grande oportunidade que Deus lhe oferece gratuitamente, que é a salvação eterna de sua alma imortal. O Senhor Deus enviou o Seu Filho Unigênito: Jesus Cristo, para desenvolver o ministério que Ele planejara cuidadosamente para a salvação de todo aquele que se preocupa com a sua alma imortal, e quer salvá-la para a eternidade. Jesus nasceu como foi escrito e anunciado pelos profetas do Velho Testamento. Jesus Cristo realizou todo o ministério que Deus Pai Lhe confiou. Morreu na cruz do calvário, derramou o Seu precioso sangue, ressuscitou ao terceiro dia. Ressuscitado, subiu ao céu para junto de Deus Pai. Jesus prometeu que voltará (At. 1.9). Todo aquele que crer n’Ele será salvo.

Deus realizou Seu grande plano para que todo aquele que aceitar esse plano, receba as bênçãos prometidas por Ele, e a vida eterna juntamente com Ele e os demais salvos e bem-aventurados.  Aquele que fizer o contrário, e  valorizar mais o material, físico ou orgânico, que o espiritual, e viver em pecado continuamente, deveria pensar que todo pecado não confessado, não arrependido, não perdoado, por mais oculto que esteja, um dia voltará  à tona com o seu resultado maior do que ele representava. A Palavra de Deus diz: “… e sabei que o vosso pecado vos há de achar”. Para Deus não há limite de tempo, para Ele o tempo é sempre presente, eternamente presente. Se a pessoa cometer pecado abominável, hediondo, hoje, com certeza receberá o retorno em qualquer época de sua vida. Quando tudo parecer tranquilo, esquecido, eis o resultado a porta, e nem sempre em condições de ser resolvido a contento.

A pessoa depravada, amoral, não toma conhecimento da verdade divina, nem se preocupa com a salvação de sua alma imortal. Esta pessoa está zombando de Deus, porque Ele é o Senhor e Criador de tudo e de todos. A Ele devemos toda honra, toda glória, todo poder, e é para Ele que devemos voltar os nossos olhos, nossos pensamentos, nossas vidas. A Palavra de Deus diz que de Deus não se zomba, e tudo aquilo que a pessoa fizer ou praticar isso também ceifará ou colherá (Gl. 6.7). Isto porque o Senhor Deus está em todos os lugares, não há onde se esconder ou fugir de Seus olhos (Sl. 139).

Quando menos a pessoa espera, eis que o pecado praticado está de volta,  retornando com valor dobrado ou multiplicado. Se as ações bem planejadas, bem realizadas, frutificam com o passar do tempo, e apresentam seus preciosos frutos, acontece a mesma coisa com as ações pecaminosas, isto é, elas apresentam os frutos ruins dessas ações, com retorno multiplicado. O tempo não para, e  o ser humano vive e planta as mais variadas sementes, e,  no tempo certo colhe o resultado do plantio. Para isso, Deus nos deu a bênção do discernimento entre e o bem e o mal, e nos deixou livres para escolhermos entre um e outro. Deus exige que cada ser humano responda pela decisão individual e personalizada, para o bem ou para o mal.  Se  ele, em suas ações,  quer ser salvo,  e pratica o bem,  ou se quer seguir os seus próprios desígnios, quase sempre para o mal.  Os frutos virão de acordo com o plantio realizado.

Deus ama a todos indistintamente, para Ele não há acepção de pessoas. Deus é um Pai amoroso, bondoso, cuidadoso, mas Ele é extremamente justo. N’Ele não há nenhuma sombra de dúvida, nenhuma mudança, nem um senão. Deus é Amor (I João 4.8).

“Não vos enganeis:  de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” Gl. 6.7

Graça e Paz!.

 

Oportunidade

Oportunidade

Oportunidade. 1

“Irmãos reparai, pois, na vossa vocação; visto que não foram chamados muitos sábios segundo a carne, nem muitos poderosos, nem muitos do nobre nascimento” 1 Co. 1.26.

Santo – respeitável, venerável, puro, bondoso, de coração puro.

A oportunidade de ouvir a salvação, às vezes é única na vida de uma pessoa. Deixou-a passar, nem sempre há retorno. E muitas vezes não aproveitando a oportunidade surgida, a pessoa pode correr atrás, mas nem sempre consegue reverter o quadro. Geralmente, a pessoa planeja ganhar muito, definir a sua vida para melhor, mudar totalmente de vida, mas sem a presença de Deus, tudo se resume em desgaste psicológico, descontentamento, irritabilidade. O mundo ao seu derredor parece vir abaixo, tudo parece conspirar com esta pessoa. Ela cria um mundo irreal, cheio de ilusões, mentiras, sem nada concreto.

A pessoa que ouve falar de Jesus e da salvação das almas imortais está ganhando um tesouro incalculável. Porque Jesus premia todos quantos se achegam a Ele e aceitam o Seu chamado. Esta pessoa ganhou a loteria espiritual, um valor incalculável, porque o espiritual só aumenta, nunca perde o seu valor. A pessoa vai tranquilamente viver na mansão celestial (João 14.2). Quem ouvir de bom grado e se interessar pelo conteúdo da oportunidade, ganhará a salvação de sua alma imortal. Este ganho é tão grande que não conseguiríamos dimensioná-lo. Porque a decisão é para aqui e prolongado no futuro na eternidade.

A maioria das pessoas não está preocupada com a vida eterna, menos ainda, caminhar com o Senhor Jesus. A companhia do Senhor Jesus é a melhor companhia que existe no mundo. É indescritível a alegria que o Senhor Jesus nos dá. Somos embaixadores espirituais para representarmos o Reino Espiritual do Senhor Jesus. Portanto, necessitamos estar sempre em nosso posto de trabalho, prontos para falarmos da Palavra de Deus, orar por alguém que necessite, visitarmos os enfermos levando uma palavra de carinho, de conforto, amizade.

O embaixador representa o seu país em um lugar diferente do seu. Então ele é o país naquele lugar. O embaixador necessita conhecer muito a respeito do seu país para transmitir boas coisas às pessoas que o estão recebendo como embaixador. Se o embaixador não for bom e não representar bem o seu país, tudo vai mal. O país perde oportunidades ótimas de realizar bons negócios, de obter facilidades de colocar seus produtos, de ficar de certa forma estagnada (economia).

O embaixador espiritual também necessita ser bom para levar e transmitir as vantagens do seu País. Tratar dos negócios do Reino. Quanto mais o embaixador espiritual trabalhar, mais os negócios do Pai fruirão, isto é, mais e mais pessoas serão salvas do reino das trevas. E entrarão na graça do Senhor. Receberão a certeza da vida eterna desde o momento de sua decisão. Não há mais preocupação com o porvir. Deus está no comando de toda e qualquer situação na vida desse novo convertido.

“… no tocante a nós, proclamam que repercussão teve o nosso ingresso no vosso meio, e como, deixando os ídolos, vos convertestes a Deus, para servirdes o Deus vivo e verdadeiro” 1 Tes. 1.9.

Graça e Paz!

A casa de Deus, lugar de glória

A casa de Deus, lugar de glória

A casa de Deus, lugar de glória“Eu amo, Senhor, a habitação de tua casa e o lugar onde tua glória assiste.” Sl. 26.8.

Deus é Espírito e Verdade (João 4.23). A casa de Deus é espiritual, portanto, cada alma/espírito que o Senhor elege, ou cada ser humano que convida o Senhor da Glória para habitar no seu interior, este lugar é a casa de Deus. Apoc. 3.20 – “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo”. A verdadeira casa de Deus é o âmago do espírito humano. Todo ser humano que tem o Senhor Jesus dentro de seu espírito, age de forma diferente daqueles que não O tem. Cada minuto, cada segundo, a pessoa deve agradecer a Deus as bênçãos recebidas até aquele momento. Por isso, a pessoa deve dedicar a Deus todo poder, toda honra e toda glória. Somente Ele pode todas as coisas eternamente.

Denominamos também como casa de Deus o lugar onde nos reunimos para adorá-LO em Espírito e Verdade “Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do Senhor” Sl. 122.1.  Este lugar é dedicado ao Senhor, especialmente, nos momentos em que há a adoração. Porque a casa de Deus verdadeira está dentro de cada um dos Seus adoradores. “… Porque o reino de Deus está dentro de vós” (Lc. 17.21b). Cabe cada um estar consciente da responsabilidade que lhe pesa nos ombros, e honrar o nome de cristão. Ser um servo de Deus é importantíssimo. A pessoa recebe as mais variadas bênçãos, e no porvir a vida eterna prometida por Ele a todos quantos se converterem ao Seu Santo e Bendito Nome, mas a pessoa tem obrigações para com o seu Senhor e Deus. Ter direito as bênçãos é muito bom, mas corresponder às obrigações também é muito válido. Não há direitos sem obrigações.

Algumas obrigações de uma pessoa para com Deus são: aceitar o convite do Senhor Jesus para que se converta a Ele, e caminhe juntamente com Ele; estudar a Palavra de Deus para crescer no conhecimento, crescer espiritualmente; meditar na Palavra diariamente, e por em prática a mensagem que ela tira da meditação; orar constantemente por si próprio, pela família e pelos muitos pedidos que são feitos constantemente; ter um testemunho impecável, porque um mau testemunho fala muito alto, além de ficar gravado no coração daquele que vê ou assiste o ocorrido, e  de ficar uma péssima impressão da pessoa que praticou tal erro. Portanto, todo ser que se diz cristão, tem a obrigação de imitar o seu Senhor e Mestre Jesus Cristo, o Justo.

A Palavra de Deus deve acompanhar todo aquele que se diz ovelha do Seu pastoreio. “Sabei que o Senhor é Deus; foi Ele quem nos fez, e dele somos; somos o seu povo e rebanho do seu pastoreio” Sl. 100.3. Porque a Palavra está sempre presente na vida de cada uma de Suas ovelhas. Somente assim a ovelha poderá caminhar firme e segura pelas sendas da vida. Deus não faz acepção de pessoa. Todas são importantes na Sua presença. Todas tem a mesma oportunidade de aceitar ou não a salvação que vem de Cristo Jesus. A decisão é pessoal e personalizada. Portanto, pesa no ombro de cada ser humano a decisão a proposta que o Senhor da Glória faz . Onde você passará a eternidade?

“Quanto a nós, teu povo e ovelhas do teu pasto, para sempre te daremos graças; de geração em geração proclamaremos os teus louvores” Sl. 79.13.

“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do Senhor” Sl. 122.1.

Graça e Paz!

As bênçãos de Deus em Cristo, autor da nossa redenção

As bênçãos de Deus em Cristo, autor da nossa redenção

As bênçãos de Deus em Cristo 2Ef. 1.3-14

A epístola que o apóstolo Paulo escreveu aos Efésios relata o grande amor de Deus para com os fiéis em Jesus Cristo. Paulo nos diz que o Senhor tem nos abençoado com toda sorte de bênção espiritual, nas regiões celestiais em Cristo. Paulo nos diz também que Jesus nos escolheu antes da fundação do mundo “… assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante Ele; e em amor nos predestinou para Ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de Sua vontade,…” vs 4,5.

O Senhor escolheu cada pessoa antes da fundação do mundo. Na Sua infinita sabedoria, onisciência, onipotência, onipresença, Ele separou aqueles a quem Ele quis para o Seu reino. A oportunidade dada a cada ser humano é individual e intransferível. Basta à pessoa querer ser salva do poder das trevas, do maligno que ronda cada pessoa em particular. O mundo é incrédulo, pecaminoso, produz pecados atrativos aos montes, e é muito convidativo. Todos os seres humanos vivem no mundo enfrentando todas as dificuldades que existem naturalmente, mas pode-se evitar participar dos pecados da maioria. Todo ser humano tem uma mente capaz de raciocinar sobre o que está certo e o que está errado. Toda pessoa sabe que Deus existe e que Ele é extremamente bom para com todos. Basta à pessoa se achegar a Ele, e querer que a sua vida seja dirigida, guardada por Ele.

Como é bom viver em segurança divina! Não há necessidade de ter medo, insegurança, desconfiança, síndrome do pânico ou qualquer outra preocupação. Quando vamos a algum lugar, ou sair de casa, ou fazer compras, ou ir ao trabalho, ou visitar alguém devemos sempre pensar que o Senhor Jesus está conosco. Nada temeremos, porque acima d’Ele não há nada maior.

Todo seguidor do Senhor Jesus procura ter uma vida pautada pela Palavra de Deus. É obrigação de o discípulo dar testemunho de sua fé, de sua conversão, da graça e das bênçãos recebidas do Senhor Deus, uma vez que ele foi escolhido antes da fundação do mundo. Temos obrigação e a incumbência de sermos os embaixadores do Senhor Deus, para representar o nosso país celestial. Portanto, devemos estar conscientes dessa responsabilidade e convidarmos o maior número possível de pessoas para fazer parte desse Reino que é  do Senhor Jesus Cristo. “… nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade” Ef. 1.5.

“Examinai as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim”. João 5.39.

Graça e Paz!

Ovelhas do rebanho de Jesus

Ovelhas do rebanho de Jesus

Ovelhas do rebanho de Jesus. 4

“As minhas ovelhas (os cristãos, em relação ao seu pastor espiritual) ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem” João 10.27.

“Vós, pois, ó ovelhas minhas, ovelhas do meu pasto (alimento espiritual); homens sois, mas eu sou o vosso Deus, diz o Senhor Deus” Ez. 34.31.

“Eu sou o bom pastor (guardião ou mentor espiritual); conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim. Assim como o Pai me conhece a mim, e eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas ovelhas” João 10.14,15.

“Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a mim me convém conduzi-las; elas ouvirão a minha voz; então haverá um rebanho e um pastor” João 10.16.

A ovelha é um animalzinho limpo e domesticado, e já é conhecido do homem desde a mais remota antiguidade. A ovelha é inofensiva e sofre com a falta de iniciativa, isso é equivalente à fraqueza humana. A ovelha por ser um animalzinho indefeso se perde ou se desvia do rebanho facilmente. Sem o auxílio do pastor, a ovelha é uma criatura impotente. Os servos humanos do Senhor Deus são com grande frequência assemelhados às ovelhas “Sabei que o Senhor é Deus; foi ele quem nos fez, e dele somos; somos o seu povo e rebanho do seu pastoreio” Sl. 100.3.

A ovelha é totalmente incapaz de defender-se, assim também acontece com a ovelha espiritual. A ovelha espiritual é cuidada e amada pelo seu Pastor Jesus Cristo. Se Jesus não defendê-la dos ataques dos inimigos das almas imortais, a ovelha é totalmente indefesa. Os falsos profetas eram descritos como lobos que se vestem de peles de ovelhas, visto que a ovelha é símbolo da inocência. “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores” Mt. 7.15. Se as ovelhas ficarem espalhadas entre os lobos serão devoradas, mas os seguidores de Cristo são seguramente protegidos. (Mt. 10.16-19).

Concluímos que a palavra ovelha usada no sentido metafórico representando cada servo de Deus, é uma comparação muito bonita, e repleta de bons significados. A ovelha do Senhor tem todas as qualidades de uma ovelha animal, mas bem superior a animal, porque ela pertence ao rebanho do Senhor. A pessoa é chamada e capacitada para fazer parte do povo de Deus. A ovelha um animalzinho dócil, indefeso, digna de um símbolo tão bonito, que é representar o servo de Deus verdadeiro.

O Senhor nos alimenta e nos defende dos ataques dos inimigos de nossas almas imortais, das ciladas, das calúnias, das mentiras. O Senhor nosso Deus zela por nós dia e noite. Nós dormimos, mas o Senhor não dorme. Deus está sempre vigilante e com todos os cuidados que Ele nos promete em Sua Palavra. “Ele não permitirá que os teus pés vacilem; não dormitará (dormir levemente) aquele que te guarda. É certo que não dormita, nem dorme o guarda de Israel” Sl. 121.3,4. Israel – todo convertido ao Senhor Jesus. Para que tudo isso aconteça em nossas vidas, é necessário que sejamos realmente uma ovelha do Senhor nosso Deus.

“Ele é nosso Deus, e nós, povo do seu pasto e ovelhas de sua mão…” Sl. 95.7.

Graça e Paz!

Filhos e herdeiros

Filhos e herdeiros

Filhos e herdeiros de Deus 3Romanos 8.14-17

“Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus” Rm. 8.14.

Todas as pessoas que se converteram, passaram a ter o Espírito Santo de Deus dentro do seu coração/alma/espírito. Se Deus mora realmente no âmago do ser humano, logo é chamado de filho de Deus. “Mas, a todos quantos O (Jesus) receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome” João 1.12.

“Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoração, baseados no qual clamamos: Aba, Pai” Rm. 8.15. A partir do momento da conversão a pessoa recebe o espírito de liberdade, de confiança, de amor, tudo isso vindo do Pai. Deus quer o melhor para o ser humano, Ele abomina o pecado, a desobediência, tudo que é contra a Sua Santidade. Deus quer que sejamos santos, porque Ele é Santo. ”Eu sou o Senhor, vosso Deus; portanto, vós vos consagrareis e sereis santos, porque eu sou santo; e não vos contaminareis por nenhum enxame de criaturas que se arrastam sobre a terra” Lv. 11.44. “… Santos sereis, porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou Santo” Lv. 19.2.

Deus enviou Jesus Cristo para fazer o sacrifício na cruz do calvário, ressuscitar ao terceiro dia, aparecer aos discípulos, dar testemunho de que ressuscitara, vencera a morte. Foi assunto ao céu. Enviou o Consolador, que é o Espírito Santo de Deus. O Espírito Santo de Deus permanece através do tempo convencendo a pessoa do seu estado pecaminoso, e leva-a ao arrependimento e a aceitação do Senhor Jesus em seu coração/alma/espírito. O Espírito Santo de Deus oferece vida nova a todo aquele que quer tê-la, salvação das almas imortais.

Há inúmeras passagens na Palavra de Deus que se referem aos salvos e bem-aventurados como filhos de Deus. Quando uma pessoa recebe o Espírito Santo de Deus em seu coração/alma/espírito ela recebe também a sua inscrição para morar na eternidade juntamente com o Senhor Jesus, nas mansões celestiais. É importantíssimo que a pessoa saiba e tome uma decisão por Cristo Jesus. É uma decisão eterna, única, pessoal, personalizada. Ninguém pode tomar decisão por outra pessoa, porque é a atitude única diante de Deus. A chance é aqui e agora, do outro lado não haverá outra chance, por mais que se queira.

“O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com Ele sofremos, também com Ele seremos glorificados” Rm. 8.16,17.

“Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus; e, de fato, somos filhos de Deus. Por essa razão, o mundo não nos conhece, porquanto não O conheceu a Ele mesmo” 1 João 3.1.

“… porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas” 1 Tes. 5.5.

Graça e Paz!

A missão do Filho de Deus, Jesus

A missão do Filho de Deus, Jesus

A missão de JesusJoão 3.16-36.

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que n’Ele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” v.16.

Este versículo que pode ser considerado um resumo da Bíblia, apresenta o Amor incondicional de Deus pelo ser humano. Demonstra tudo de bom que Deus preparou para o ser humano, desde a sua concepção até o final de seus dias. O profeta Isaías nos diz que o Senhor já o conhecia desde a sua massa ainda informe (primeiros dias de vida intra-uterina), e que Deus havia preparado grandes bênçãos para a sua vida (Salmo 139), e também a salvação eterna de sua alma imortal. Todos, como Isaías, que reconhecerem o Senhor Jesus como seu único e suficiente Salvador e Senhor pessoal terão as mesmas bênçãos. O ser humano é totalmente livre para escolher entre a salvação e a perdição. Ambas são eternas. A oportunidade é enquanto a pessoa está vivendo aqui na terra. Depois desse período que passamos aqui, não há mais chances de se arrepender e crer.

O Senhor Jesus veio trazer a salvação. Ele não veio julgar o mundo, mas salvá-lo. Os que creem estão salvos por Ele, mas os que não creem já estão condenados, porque não há quem os tire da condenação eterna. “Quem crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más” vs. 18,19.

João Batista fora enviado de Deus para preparar a mente das pessoas para a aceitação do Senhor Jesus. João Batista batizava com água para o arrependimento dos pecados, e ensinava a Palavra de Deus. Jesus veio em seguida, e desenvolveu um profícuo ministério: curando enfermos, curando endemoninhados, ressuscitando mortos, revelando a grandeza do reino de Deus. Jesus morreu na cruz, derramando o Seu sangue, para que todo aquele que n’Ele crê seja salvo eternamente.

Após a sua ascensão ao céu, Ele enviou o Espírito Santo para convencer o ser humano de seus pecados, e se converter ao Senhor Jesus. O batismo com o Espírito Santo é justamente a conversão da pessoa. Momento que Jesus passa a morar no âmago (coração/alma/espírito) do ser humano. Uma vez que Jesus passou a morar no espírito humano, a pessoa tem uma nova vida. Por isso, que ela nasce de novo. Nasce para Deus eternamente. Mas a pessoa é livre para fazer a sua escolha. Deus ama a todos igualmente. Não há acepção de pessoas. Todas as almas/espíritos são iguais perante Deus.

“Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus” v.36.

Graça e Paz!

Guarda o teu coração

Guarda o teu coração

Guarda o teu coração 1“Sobre tudo o que deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida” Pv. 4.23.

O provérbio acima mostra à pessoa que ela deve guardar o seu coração de atitudes ruins, rancores, iras, ódios, descontroles. Toda atitude tomada primeiro passa pelo coração, em seguida é levada à prática. É no coração que nascem as desavenças, críticas, iras, brigas, desentendimentos, fofocas. É no coração também que nasce a vontade de amar a Deus, conhecer a Sua Palavra; viver de acordo com o que Deus propôs ao ser humano. Com a Palavra de Deus o coração fica cada vez melhor, mais humano, mais piedoso, mais cordato. A Palavra de Deus oferece a grande oportunidade de um crescimento espiritual contínuo, e um bem-estar indizível àquele que se decide por Jesus Cristo.

Guarda o teu coração de todas as coisas malignas que estão no mundo, oferecendo de graça a perdição de uma alma imortal. À primeira vista, não parece tão tenebroso ser do mundo secular, distante do Senhor Deus. Tudo parece muito tranquilo, mas com o passar dos anos, as coisas mudam, aquilo que era bonito aos olhos de uma pessoa, passa não ser tão bonito assim. E quando as coisas apertam com uma enfermidade, com um revés na vida material, ou com uma depressão galopante, que muitas vezes arrasam a pessoa, aí ela tenta voltar-se a Deus. Muitas vezes ela consegue se aproximar de Deus, mas herdando todo resquício do pecado cometido outrora. Outras vezes, ela não consegue se aproximar de Deus, ficando somente nos remorsos (que não é arrependimento).

Guarda o teu coração para honrar e glorificar a Deus, para louvá-lO em Espírito e Verdade. Para receber as bênçãos que Ele tem preparado para todo aquele que n’Ele crê, que n’Ele tem o seu prazer. Este coração vive em paz, gozando das delícias celestiais aqui e agora. Essas delícias são espirituais, onde quer que a pessoa esteja ela tem a Luz de Cristo a brilhar em sua vida. Essa Luz é transmitida a todo aquele que deseja recebê-la também. Onde há um servo do Deus Altíssimo, há luz a brilhar na escuridão (pecado). Por mais pecados que uma pessoa tenha cometido, a Luz de Cristo dissipa-os todos, deixando a alma da pessoa mais branca que a neve. Isaías 1.18 – “Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a lã”.

Guarda o teu coração puro, limpo diante de Deus, e desfrute de tudo aquilo que o Senhor prometeu a quem O seguir nos Seus Santos e Retos Caminhos. “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra” Is. 1.19. A pessoa precisa querer e ouvir o Senhor. A decisão é pessoal, ninguém pode decidir por outro. Ninguém pode responder pela vida do outro. Somente a pessoa é responsável pela sua vida futura. “… comer o melhor desta terra” é ter todas as bênçãos prometidas pelo Senhor da Glória.

“Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança” Tg. 1.17.

“Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda”. 2 Tm. 4.8.

Graça e Paz!

Cremos na Bíblia como Palavra de Deus

Cremos na Bíblia como Palavra de Deus

Bíblia Sagrada 3“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim” (João 5.39.

Cremos na Bíblia como a Palavra de Deus. Desde a primeira página até a última há uma coerência perfeita. O Velho Testamento foi escrito pelos homens que Deus escolheu e dotou de princípios santos. Escreveram inspirados pelo Espírito Santo de Deus. No Velho Testamento encontramos o Senhor Jesus manifestando-se como o Anjo do Senhor. Encontramos a Santíssima Trindade: Deus Pai criador de todas as coisas; Deus Filho (a Palavra – o Verbo (João 1.1) se tornou homem e habitou entre nós, e desenvolveu um vasto ministério, curando: enfermos, surdos, mudos, aleijados, endemoninhados, e principalmente trouxe a preciosa salvação de almas; e o Espírito Santo – que age em nossas vidas, fazendo-nos entender a mensagem da Palavra de Deus, respondendo as nossas orações; abençoando todo aquele que se converte a Jesus.

É o Espírito Santo quem faz a pessoa conscientizar-se, convencer-se de seus pecados, e arrepender-se deles. A pessoa arrependida busca a Jesus, aí o Espírito Santo trabalha para a sua conversão. Trabalha também o crescimento espiritual. A pessoa que tem a bênção do Espírito é próspera espiritualmente. O crescimento espiritual ocorre livremente, basta à pessoa querer e buscar conhecimento através da leitura bíblica, meditação e oração.

A Bíblia é o manual de Deus para todo aquele que n’Ele crê. Neste manual tem todas as orientações, todas as dicas, todo caminho a ser seguido pela pessoa que o Senhor chamar. Sempre que queremos saber como funciona uma máquina, ou outro objeto que necessite de pesquisa sobre seu funcionamento, buscamos o manual relativo a ela. Para a pessoa também, que quer saber sobre o que funciona bem para a sua vida, busque a Bíblia, e terá as respostas para as questões em evidência. Este manual não fica desatualizado, não perde a sua validade, não amarela as folhas, muito pelo contrário, ele é sempre atualíssimo. Este manual é excelente! É um tesouro, porque oferece o mapa de uma vida feliz e abençoada por Deus.

Graça e Paz!