Jerusalém

A explicação da incredulidade dos judeus

A explicação da incredulidade dos judeus

João 12,37-50 Jesus caminhava pelas cidades circunvizinhas de Jerusalém fazendo grandes sinais, pregando a Palavra de Deus, mas os judeus não creram, apenas criticavam-no. Mas tudo isso acontecia para que se cumprisse o que o profeta Isaías disse: “… senhor, quem creu em nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do Senhor?” Is. 53.1. Por isso, não podiam crer, porque Isaías disse ainda: “Cegou-lhes os olhos e endureceu-lhes o coração, para que não vejam com os olhos, nem entendam com o coração, e Leia mais

Alguns gregos desejam ver Jesus

Alguns gregos desejam ver Jesus

João 12.20-36 Alguns gregos subiram a Jerusalém para a festa da Páscoa. Eles se dirigiram a Filipe, que era de Betsaida da Galiléia, e lhe rogaram: “… Senhor, queremos ver Jesus” v.21b. Filipe levou o pedido deles até André. André e Filipe comunicaram a Jesus. Jesus lhes respondeu: “É chegada a hora de ser glorificado o Filho do homem” v. 23. Jesus disse: “Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, Leia mais

Jesus entrando triunfalmente em Jerusalém

Jesus entrando triunfalmente em Jerusalém

João 12.12-19 “E tu, Belém-Efrata, pequena demais para figurar como grupos de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade” Miquéias 5.2. Numerosa multidão fora a Jerusalém para a festa da Páscoa. A Páscoa tinha um significado muito grande para o povo judeu. Comemoravam a libertação geográfica e política do Egito. Os judeus clamaram a Deus que estavam sofrendo horrores no Egito. Eram escravos, portanto não Leia mais