Povo eleito e abençoado

Povo eleito e abençoado

“Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do Senhor que, hoje, vos fará;  porque os  egípcios, que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver. O Senhor pelejará por vós, e vós vos calareis” Êxodo 14.13-14.

Em uma época remota o Senhor Deus tirou o Seu povo da escravidão do Egito. No Egito, o povo judeu era escravizado, explorado, maltratado, enfim, era um povo considerado ignorante.  Mas, este era o povo que Deus abençoara na pessoa de Abraão e sua descendência. Este  povo clamou ao Senhor Deus por ajuda e misericórdia. O Senhor ouviu o seu clamor e veio ao seu encontro. O Senhor não só  libertou, mas  conduziu o Seu povo seguro e protegido de todo e qualquer mal. Embora o povo fosse pouco, ou quase nada  agradecido, o Senhor o protegia dia e noite. Durante o dia com uma nuvem protetora, para que não desanimasse pelo caminho; à noite com uma coluna de fogo, protegendo-o de qualquer ataque de animais selvagens. Tanto a nuvem como a coluna de fogo nunca se apartaram do povo. Êx. 13.21,22. Com a saída do povo hebreu do Egito iniciou-se a grande obra de Deus para com o Seu povo.

O êxodo do povo hebreu do Egito aconteceu devido a opressão e escravidão. O Egito ficou como símbolo da opressão, escravidão, da corrupção, da exploração…  O povo que se libertou politicamente dos egípcios ficou como símbolo de libertação. O Senhor conduziu o Seu povo, e ao atravessar o mar, a Arca da Aliança ia à frente. Quando chegou ao meio do mar o Senhor mandou que a mantivesse parada, até que o povo todo tivesse passado com os pés em terra seca. A Arca da Aliança simbolizava a presença do próprio Deus. O livramento foi tão grande que  aquele povo se viu livre dos egípcios para sempre “…os egípcios, que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver”.

Realmente, quando o Senhor abriu as águas do mar dos Juncos ou mar vermelho, os hebreus passaram em terra seca, logo após os egípcios entraram também, mas o mar se fechou, levando consigo todos os cavaleiros que estavam ali. Nunca mais os hebreus os veriam. Meditando no versículo acima, concluímos que aquele acontecimento se repete dia após dia. Os opressores, aproveitadores, exploradores, caluniadores, fuxiqueiros, assassinos, corruptos, ladrões, mentirosos, estão e estarão caminhando com todas as pessoas no presente momento, mas quando o Senhor nosso Deus nos levar para a terra prometida, onde mana  leite  e mel, ou seja, para o paraíso celeste, nunca mais essas pessoas malignas serão vistas, nem lembrança alguma restará delas. O Senhor Jesus foi preparar lugar para todo aquele que se converteu e caminhou com  Ele. João 14.1-6.  “… os egípcios, que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver” Êx. 14.13b.

Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida: ninguém vem ao Pai senão por mim” João 14.6.

Graça e Paz!

 

Comments are closed.