“Chip” de Deus

“E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus”. (Fp 4.7).

O ser humano foi planejado e criado por Deus. Sua engenharia é perfeita. Tudo funciona de uma maneira espantosa. Este corpo maravilhoso tem um pequeno espaço como se fosse um “chip”, onde é gravado tudo o que ocorre com a pessoa, quer seja bom ou ruim. Durante toda a vida a gravação continua. Daí a necessidade de se conhecer a Palavra de Deus, para que essa gravação seja cada vez melhor. A Palavra de Deus é o manual perfeito para a vida da pessoa. Através dele ela pode pautar a sua vida de maneira inteligente, segura, confortável, feliz espiritualmente. Quando o espírito está bem, todo corpo agradece.

Desde o início Deus ordenou a Moisés que passasse ao povo os dez mandamentos (Êx. 20), para que o povo tivesse um manual seguro, que orientasse a sua vida. Se os dez mandamentos forem observados e seguidos corretamente, a pessoa viverá em paz com Deus e com as demais pessoas. A orientação é tal que não há erros nem dúvidas. Cada mandamento é recheado de justiça, amor, possibilidade de vencer todos os obstáculos do dia a dia. Quando uma pessoa critica qualquer deles, é porque ela está ultrapassando os limites. A ordem de Deus é que cumpramos todos sem tropeçar em nenhum. Porém, há uma alternativa, se alguém tropeçar, ele pode contar com o Advogado Jesus junto ao Pai (1 Jo 2.1).

O espírito humano necessita de paz, tranquilidade, conforto, alegria espiritual. Quando a gravação no seu “chip” é correta, sem deslizes, tudo vai bem, mas se essa gravação encontra percalços, tudo fica arruinado, e vez ou outra a dúvida aparece e atrapalha muito. Se a pessoa conhece o manual de Deus para a sua vida, muitas coisas podem ser evitadas, e o bem estar aumentado. Os mandamentos são um mapa do tesouro que Deus deu a cada pessoa. O mapa é individual e personificado, cabe a cada um usá-lo da melhor maneira possível. Cada pessoa tem o seu mapa e o tempo que Deus dá como herança, cabe a pessoa fazer o melhor uso tanto do mapa, como do tempo.

Jesus resumiu os dez mandamentos em dois – (Mt 22.37,38) – O primeiro: “Amarás o Senhor teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento;  O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Isso não invalida o conhecimento dos dez mandamentos, muito pelo contrário, devemos conhecer tanto os dez mandamentos como toda a Palavra de Deus. Porque nela está a vida, e vida em abundância.  “Todas as veredas do Senhor são misericórdia e verdade para os que guardam a sua aliança e os seus testemunhos” (Sl 25.10).

“Mas Tu, ó Senhor, és um Deus cheio de compaixão, e gracioso, longânime e abundante em misericórdia e verdade” Sl. 86.15.

Graça e Paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *