Elias

 1 Rs. 17.8-16

“… A farinha da tua panela não se acabará, e o azeite da tua botija não faltará, até ao dia em que o Senhor fizer chover sobre a terra” 1 Rs 19.14.

Elias, homem de Deus, que viveu na época do rei Acabe (900 a.C), predisse alguns acontecimentos (1Rs 17.1), que viriam num futuro bem próximo, entre outros, o fim horrível do rei Jeorão, como morreria, (2 Cr 21.15). O profeta foi duramente perseguido. Deus o tirou do meio daquele povo incrédulo e desobediente, (1 Rs 17.3,4), e o enviou para junto a um ribeiro, e ali o alimentou de pão com carne e água. Os corvos levavam diariamente a refeição de Elias, água ele a tinha do ribeiro. Com o passar dos dias, a seca aumentou, e o ribeiro secou. Elias foi enviado por Deus à cidade de Sarepta (1 Rs 17.9). O Senhor Deus estava no comando de sua vida. O povo preferia ouvir as mentiras dos profetas de Baal, pois estes falavam palavras doces, comoventes, mais atraentes, menos a verdade, que o Senhor queria para a vida de cada ser humano (Ecl 7.5). Ouvir a verdade e aceitá-la era e é muito difícil.

Elias tinha uma missão na cidade de Sarepta. Deus o enviou a uma viúva temente a Ele, a qual deveria alimentar o profeta com seu pão e sua água, e o profeta  alimentá-la-ia espiritualmente. O Senhor enviou o profeta para que desse a Sua mensagem àquela viúva. Ao encontrá-la, o profeta pediu água, e em seguida, pão. Ela disse que não tinha, e o que tinha era tão pouco que mal daria para uma refeição para ela e seu filho, depois ambos morreriam de fome. O socorro de Deus chegou exatamente naquele instante. Quando ela pensou que tudo terminaria ali, Deus envia uma mensagem linda “A farinha da tua panela..”.  Ela creu e foi abençoada. A seca simbolizava um grande problema, a  farinha simbolizava o Senhor Jesus, que é o Pão da Vida (Jo. 6.48), e  o azeite, que era, e é o símbolo do Espírito Santo. A maravilhosa mensagem deste texto: Palavra de Deus, dita pelo profeta; Jesus Cristo, Pão da vida:  e, a ressurreição simbolizada no azeite.

Algum tempo depois o filho da viúva morre, ela recorre ao profeta, Elias intercede pela vida dele. Deus o ressuscitou (1 Rs 17.17). O profeta entrega o menino ressurreto à sua mãe.

Desde os primórdios da Palavra de Deus encontramos o Senhor se comunicando com as pessoas a quem Ele quer bem (Lc 2.14). Há destaques importantes: Deus age na vida de uma pessoa que crê, e é obediente a Ele; as bênçãos são sempre individuais, em decorrência dessas bênçãos as demais são abençoadas. Deus se preocupa com o ser humano individualmente, e em cada linha da Palavra de Deus, a mensagem é única. Quantas viúvas havia em Sarepta? Mas somente uma foi abençoada por Deus. Assim como as bênçãos e a obediência são individuais e únicas; a decisão de aceitar a Palavra de Deus também o é.

Jesus disse: “Eu sou o pão da vida” Jo 6.48.

Graça e Paz!

1 comentário


  1. “Havendo eles passado, Elias disse a Eliseu: Pede-me o que queres que eu te faca, antes que seja tomado de ti. Disse Eliseu: Peco-te que me toque por heranca porcao dobrada do teu espirito.” (2 Reis 2:9)

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *