E a Paz de Deus que…

“E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus” Fp 4.7.

A paz de Deus que excede todo o entendimento significa que, se nós nos aprofundarmos para entender os propósitos de Deus, para a vida do ser humano, não conseguiremos chegar nem próximo à realidade, que é Deus. Deus é invariável, imutável, profundo, eterno. Como este versículo nos diz: “… a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda plenitude de Deus” Ef. 3.18,19.

É maravilhoso poder usufruir do amor e da paz de Deus em nossos corações. O termo “guardará” está indicando o tempo por vir, futuro, e significa proteger. Entendemos que Deus protege o nosso coração e o nosso entendimento de todo ataque maligno. Deus se responsabiliza pela nossa guarda espiritual, tanto do nosso coração como da nossa mente. Ele age como sentinela do coração e da mente que O busca sinceramente em oração.  Não permite que sejam invadidas pelo inimigo de nossas almas imortais. Assim, Deus nos mantém preservados espiritualmente. “Grande paz têm os que amam a tua lei; para eles não há tropeço” Sl. 119.165.

A Palavra de Deus nos ensina a ter a paz verdadeira. E é impossível ser definida ou dimensionada. Com isso o apóstolo está dizendo que a paz de Deus que excede todo entendimento, não nos defende apenas das ameaças externas, mas também dos conflitos internos. O pecado tira a nossa paz, mas a obediência a restaura. Os mandamentos de Deus foram criados para o nosso bem, para nos livrar de muito sofrimento. O amor e a dedicação a Deus trazem grande paz em nossas vidas.  A paz que excede todo o entendimento não é ausência de problemas, aflições e dificuldades, mas é a garantia de que Deus está no controle de todas as coisas, e que por mais que tudo pareça difícil, podemos confiar nas promessas de Jesus. “Tu, Senhor, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti. Confiai no Senhor perpetuamente, porque o Senhor Deus é uma rocha eterna.” Is. 26.3,4.

“Não andeis ansiosos de cousa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças” Fp. 4.6

Graça e Paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *