O amor de Deus

“Porque Deus ao mundo de tal  maneira  que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” Jo 3.16,

A orientação de Deus está impressa em um manual, que é a Palavra de Deus, a qual nos ensina um comportamento emocional e psíquico corretos. O manual revela que Deus nos criou à sua imagem e semelhança moral (Gn. 1.26). Deus nos revela o que devemos fazer para obter uma vida feliz, espiritualmente. Uma orientação onde não há erro, se seguida corretamente. A orientação humana é falha. Os desvios sempre trazem conseqüências, e muitas vezes incorrigíveis, porque uma vez causado o dano, pode-se usar de um paliativo, mas as conseqüências ou resultados sempre ficam. O conhecimento da orientação de Deus para as nossas vidas inicia-se muito cedo, desde os primeiros passos ou primeiras palavras, todos aprendem sobre o que é certo ou errado. O errado sempre tem o maior atrativo, conquista mais fácil, mas o emocional de uma pessoa vai se formando e se solidificando. É incrível como a orientação de Deus age no âmbito emocional de uma pessoa.

Com a orientação de Deus, nos aprofundamos nas mensagens que ela nos traz. Por mais que a estudemos, nunca chegaremos a compreendê-la totalmente, porque o seu ensino é ilimitado. Seu conteúdo é riquíssimo. Através da Palavra de Deus nos tornamos pessoas mais dóceis, para convivência emocional melhor na sociedade e no lar. É muito importante que conheçamos o manual de Deus, para administrar bem o nosso cotidiano.

A lei de Deus está impressa na alma/espírito do ser humano, basta verificar em todas as pessoas, o seu conhecimento a respeito do bem e do mal. Todos, indistintamente, sabem o que está certo e o que está errado, embora muitas pessoas ajam como se esse conhecimento não existisse. A vontade de Deus está impressa no manual interno do espírito da pessoa, que ao nascer já traz consigo tudo pronto para receber os ensinamentos, e aplicá-los no decorrer da vida. É a centelha da presença de Deus na alma/espírito (Gn. 1.26 – “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança…”. Todos têm capacidade de pensar antes de fazer qualquer coisa que vá dignificar ou denegrir a sua ação.

Há um julgamento feito pela própria consciência, que muitas vezes, coloca a pessoa em conflito, e quando isto acontece à pessoa procura livrar-se dele ou justificar-se. É muito importante, ouvir e tentar ajudar na solução, e nunca desanimá-la. A Providência Divina preparou um Salvador que é Cristo o Senhor, para que todo aquele que n”Ele crê tenha Paz, viva tranqüilo, espiritualmente, e no futuro tenha a vida eterna juntamente com Ele e os demais salvos. Vida eterna no paraíso celeste que Deus preparou desde o início dos tempos para os Seus (Jo 14.6). Viver bem espiritualmente, depende de cada um de nós. Mas a salvação de nossas almas imortais depende exclusivamente do Senhor Jesus. “… quem crê em mim tem a vida eterna” Jo 6.47b.

Jesus disse: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo” (Ap 3.20).

 

Graça e Paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *