Os discípulos escandalizados

Os discípulos escandalizados

Os discípulos escandalizadosJoão 6.60-71

Muitos dos discípulos de Jesus não gostaram de ouvir as Suas palavras. Porque eram e são Palavras sábias a respeito do Reino de Deus, e da salvação das almas imortais. Aqueles que não gostaram murmuravam a respeito de Suas Palavras. Jesus interpelou-os: “Isto vos escandaliza?” v. 61b. Disse ainda: “Que será, pois, se virdes o Filho do homem subir para o lugar onde primeiro estava?” v. 62.

“O espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida” v. 65. O Senhor Jesus alertou a respeito daqueles descrentes que caminhavam com eles, mas não criam nem se preocupavam com a área espiritual de suas vidas. Junto estava também aquele que havia de traí-lo. Jesus ainda afirmou: “Por causa disto, é que vos tenho dito: ninguém poderá vir a mim, se, pelo Pai, não lhe for concedido” v.65. “À vista disso, muitos dos seus discípulos O abandonaram e já não andavam com Ele” v. 66. Eles disseram: “Duro é este discurso; quem o pode ouvir?” v. 60b.

Jesus deixa bem claro, que as pessoas que vem até Ele, são aquelas que Pai as enviou. Muitos são chamados, mas poucos, escolhidos. (MT. 22.14). Quando Jesus viu que muitos O abandonaram, perguntou aos doze: “Porventura, quereis também vós outros retirar-vos?” v. 67. Mas Simão Pedro respondeu-Lhe: “Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus” vs. 68,69. Podemos ver que alguns discípulos tinham a cabeça no lugar. Estavam preocupados com a vida eterna. E sabiam que o Senhor era, é e será o Santo de Deus. Entenderam a grande importância de ficar perto de Jesus e aprender mais, e viver mais próximo do Senhor. Simão Pedro representando os demais discípulos pergunta: “… para quem iremos nós?”.

Isto é sabedoria. Preocupar-se com o futuro, fixar bem as palavras de Jesus e caminhar com Ele. Jesus ainda disse: “Não vos escolhi eu em número de doze? Contudo, um de vós é diabo” v. 70. Jesus estava se referindo a Judas Iscariotes que estava para traí-lo. No decorrer do tempo aconteceu e acontece a mesma coisa. Muitos são chamados, mas poucos, escolhidos. Poucas pessoas valorizam a Palavra de Deus. Muitas pessoas ouvem, acham-na interessante, mas não quer compromisso com o Senhor Jesus. Todas as pessoas deveriam valorizar o tempo. Aprender de Jesus, assegurar o direito à vida eterna nas mansões celestiais.

Tempo perdido não se encontra mais. Tempo é a herança que o Senhor Deus entrega em nossas mãos. Se o usarmos bem, ganharemos e acumularemos galardões (recompensa de serviços valiosos, prêmio, honra, glória) no céu. Se usarmos mal o nosso tempo deixaremos de acumular galardões. O tempo é algo muito precioso, porque uma vez perdido não se encontra mais, não volta atrás. Não há como retroceder. Por isso, a nossa herança espiritual é valiosa demais, deve ser valorizada o máximo possível.

Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida” Jo. 8.12.

“… e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” João 8.32.

Graça e Paz!

Comments are closed.