Justiça

Justiça

Justiça 4

“O efeito da justiça será paz, e o fruto da justiça, repouso e segurança, para sempre” Is. 32.17.

“Compra a verdade e não a vendas; compra a sabedoria, a instrução e o entendimento” Pv. 23.23.

Sempre que nos referimos à justiça, sentimos que é algo muito bom. Porque ela nos traz tranquilidade, paz, confiança e a certeza de que algo está correto. Mas a Justiça de Deus é muito superior a qualquer justiça humana, que muda sempre que há conveniência, ou adaptada de acordo com quem a pratica. A Justiça de Deus é algo maravilhoso. Não muda. Não há necessidade de correção ou adaptação. O Senhor Deus é quem a aplica sempre que haja necessidade. O mais importante na Justiça divina é que a própria pessoa que pratica o delito, e em troca recebe a punição de Deus na medida certa e no momento certo. “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” Gl. 6.7.

A Justiça divina é de uma riqueza espiritual fabulosa, indizível, porque através dela  tudo caminha rigorosamente controlado. O Senhor Deus  está sempre no comando de tudo e de todos. Nada sai errado. Encontramos tudo a respeito da Justiça divina no Seu Livro Santo. Todas as pessoas deviam conhecê-Lo desde a mais tenra infância. Como isso não é aplicado a todos os seres, daí a grande falha na aplicação da justiça humana. Quem não conhece a Justiça divina dificilmente aplicará corretamente a justiça humana também. Muitos não conhecem a justiça humana, nem a divina, vivem como abandonados do saber, do conhecimento, apenas vivem.

Quando uma pessoa neste nível ouve a respeito da Palavra de Deus, e ela é receptiva, o Senhor entra no seu coração/alma/espírito e faz ali morada. É a bênção da salvação. Daí, ela inicia o seu conhecimento da Justiça divina, e de tudo quanto consta no manual do Senhor para a vida humana. É maravilhoso poder entender e aplicar à própria vida o que Deus quer de nós. O Senhor Deus foi muito cuidadoso ao criar o manual da vida humana, porque ali consta tudo para uma vida feliz e consagrada a Ele. A felicidade é completa, e a eternidade garantida por Ele a todo aquele que O receber como o seu único e suficiente Senhor e Salvador pessoal. A Justiça divina é aquela que nunca falha, e não faz acepção de pessoas. Para o Senhor Deus somos todos iguais. Graças a Deus.

“Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai por ele” Isaías 30.21.

Graça e Paz!

 

Comments are closed.